Frederico Morais vai ser um dos três suplentes do circuito mundial de surf

Brasileiro Caio Ibelli e australiano Ethan Ewing no grupo

Frederico Morais, Kikas
Frederico Morais, Kikas
Frederico Morais, Kikas
Frederico Morais, Kikas
Frederico Morais, Kikas
Frederico Morais, Kikas
Frederico Morais, Kikas
Frederico Morais, Kikas
Frederico Morais, Kikas
Frederico Morais, Kikas
Frederico Morais, Kikas
Frederico Morais, Kikas

O português Frederico Morais vai ser um dos três suplentes na edição de 2019 do circuito mundial de surf, juntamente com o brasileiro Caio Ibelli e o australiano Ethan Ewing, anunciou esta quarta-feira a Liga Mundial de Surf (WSL).
Kikas terminou a sua segunda temporada entre a elite do surf mundial no 23.º lugar, o primeiro de despromoção ao circuito de qualificação, depois de ter terminado a época de estreia em 14.º.
Em comunicado, a WSL confirmou a atribuição de 'wild cards' ao norte-americano Kelly Slater, 11 vezes campeão do mundo, e ao havaiano John John Florence, vencedor do circuito em 2016 e 2017, que estiveram lesionados durante grande parte do ano, e se juntam aos 22 primeiros classificados do circuito, vencido pelo brasileiro Gabriel Medina. 
O elenco de 34 surfistas fica completo com os 10 primeiros do ranking de qualificação, casos do havaiano Seth Moniz, dos australianos Ryan Callinan, Soli Bailey e Jack Freestone, dos brasileiros Peterson Crisanto, Jesse Mendes, Deivid Silva e Jadson André, do neozelandês Ricardo Christie e do italiano Leonardo Fioravanti.
No setor feminino, no qual a australiana Stephanie Gilmore conquistou o seu sétimo título, o 'wild card' foi atribuído à sua compatriota Tyler Wright, campeã em 2016 e 2017.
O circuito mundial de 2019, que vai voltar a ter campeonatos em Peniche, masculino e feminino, vai ser a primeira fase de qualificação para os Jogos Olímpicos Tóquio2020.
Segundo a WSL, o 'ranking' final vai atribuir 18 das 40 vagas para a competição olímpica - num máximo de dois homens e duas mulheres por país -, sendo os restantes 22 lugares determinados nos Mundiais de surf de 2019 e 2020, nos Jogos Pan-Americanos, além de uma vaga para cada competição, masculina e feminina, para o país anfitrião.
O circuito mundial masculino integra 11 campeonatos, o primeiro dos quais na Gold Coast, na Austrália, entre 03 e 13 de abril, e o último no Havai, entre 08 e 20 de dezembro, enquanto o feminino 10.
Peniche acolhe as penúltimas etapas de ambos os circuitos, entre 16 e 28 de outubro.

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0