Já são conhecidos os heats para a terceira etapa da Liga MEO Surf

Frederico Morais e companhia em ação a partir de sexta-feira na Praia Grande

• Foto: Jorge Matreno/ANSurfistas

A luta pelos títulos nacionais de surf está de regresso à água já esta sexta-feira a partir das 7h30. Frederico Morais e companhia rumam à Praia Grande, para o Allianz Sintra Pro, a terceira de cinco etapas da Liga MEO Surf e aquela que irá definir os campeões da Allianz Triple Crown, sub-troféu que integra as três etapas com o naming Allianz e que distribui 8 mil euros de forma equitativa aos vencedores.

A definição dos heats da ronda inaugural da prova de Sintra já foram revelados e Kikas já conhece os adversários que terá pela frente na estreia, ele que chega à Praia Grande empatado com o júnior Afonso Antunes na liderança do ranking nacional – do lado feminino Carolina Mendes, que venceu as últimas três etapas disputadas na Praia Grande, é a líder.

Frederico só vai entrar em cena no 16.º e último heat da ronda inaugural masculina, tendo pela frente os jovens Martim Paulino, Diogo Martins e ainda outro surfista vindo dos trials. Já Afonso Antunes vai competir no heat 8, onde defronta Joaquim Chaves, André Moi e outro surfista vindo dos trials.

Do lado feminino a prova conta com uma presença recorde de 26 surfistas, com Carol a estar no heat 2, onde vai medir forças com Beatriz Costa e Maria Salgado. Destaque ainda para Teresa Bonvalot, que compete no heat 5 frente a Charlotte e Sofia da Silva.

Quadro de competição masculino - Clique aqui

Quadro de competição feminino - Clique aqui

Além dos principais nomes do surf nacional, em prova nesta etapa vai estar também João de Macedo, reputado surfista de ondas grandes e local da Praia Grande.

João de Macedo, surfista de ondas grandes e membro do Big Wave Tour da WSL
"Voltar a receber este evento é super importante para uma praia como esta, e para o ecossistema local, pois os mais jovens vão poder ver em ação os melhores surfistas nacionais. Há um fator de interesse acrescido, que é o facto de a Praia Grande ter ondas com força, mesmo no verão, e por isso ser considerada o berço dos surfistas de ondas grandes portugueses. As ondas têm estado com essa força por estes dias, o que vai acabar por ajudar os surfistas a portugueses a prepararem-se para tipos de ondas mais exigentes. É muito bom voltar a ter a Liga MEO Surf na Praia Grande."

Comprovando a fama de palco primordial de surf do verão português, as previsões para a Praia Grande é de chegada de uma ondulação durante o fim-de-semana, com especial incidência para Domingo (o dia das fases finais), o que deixa boas perspetivas para a organização da prova.

Pedro Monteiro, diretor de provas da Liga MEO Surf
"Na tarde de sexta-feira começa a entrar uma ondulação que vai crescer até domingo, o que garante que vai haver sempre ondas. Falta de ondas não vai ser, certamente, um problema. No entanto, neste campeonato vamos ter um desafio muito característico da Praia Grande, chamado nevoeiro, pelo que teremos de jogar sempre com isso. Mas as perspetivas são boas".

Agenda do Allianz Sintra Pro:
1º dia – Sexta-feira, 31 de Julho
7h30 – Call primeiro dia de competição (masculino e feminino)

2º dia – Sábado, 1 de Agosto
08h00 – Call segundo dia de competição (por confirmar)

3º dia – Domingo, 2 de Agosto
08h00 – Call terceiro dia de competição (por confirmar)
11h00 – Renault Expression Session (por confirmar)
11h30 – Finais do Allianz Sintra Pro (por confirmar)
12h30 – Cerimónia de Entrega de Prémios do Allianz Sintra Pro (por confirmar)

Em termos de troféus laterais, acrescem a luta pela melhor manobra na Renault Expression Session e pela Somersby Onda do Outro mundo (ambos com 2.500€ anuais), a disputa do Santander Award, a definir no final do ano com ponderação entre a performance desportiva e aproveitamento escolar, e ainda a designação dos melhores surfistas locais (masculino e feminino) com uma premiação de 1.500€ por via da Câmara Municipal de Sintra. Destaque ainda para o Bom Petisco Girls Score, o primeiro prémio exclusivamente dedicado às senhoras, com 2.500€ anuais para a melhor pontuação combinada no quadro de competição feminino.

Por João Vasco Nunes
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0