Mundial ISA adiado de maio para… início de junho

Última prova de qualificação para Tóquio’2020 continua prevista para antes do verão em El Salvador

• Foto: Reuters

Marcha atrás nos planos da ISA para manter a realização dos World Surfing Games na data original, em maio deste ano, mesmo perante a situação atual que se vive no Mundo, devido à pandemia do novo coronavírus. A ISA acaba de anunciar o adiamento da data original da competição que está prevista para El Salvador. Contudo, o adiamento foi feito para… início de junho.

Ou seja, mesmo perante uma situação catastrófica a nível mundial, que tem ceifado a vida a milhares de pessoas, e que não tem um fim nem um abrandamento previsto, a ISA decidiu mudar a data do Mundial, que serviria como última prova de qualificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio’2020 de 9 a 17 de Maio para... 6 a 14 de Junho. Estamos a falar de menos de um mês de diferença.

Depois da polémica decisão de manter na água o Mundial de Surf Adaptado, em meados deste mês, na Califórnia, mesmo depois de algumas seleções terem abandonado a prova, perante o medo que sentiam e o anúncio de que os Estados Unidos iria fechar fronteiras, a ISA decide manter-se firma na realização do Mundial ISA para este verão, numa altura em que, inclusivamente, a seleção australiana já anunciou que não faz planos para marcar presença nos Jogos Olímpicos caso estes se mantenham na data original – Julho/Agosto.

Uma decisão que surge dias depois do presidente da ISA, o mítico Fernando Aguerre, ter pedido para que nestes tempos difíceis os surfistas colaborem e fiquem em casa. Contudo, no seio da ISA parece haver uma visão de que tudo se irá resolver brevemente, talvez movida pela ânsia de todo um projeto que envolveu anos de luta sobre a estreia olímpica do surf.

Com o adiamento dos Jogos Olímpicos também em cima da mesa, mesmo perante a relutância do COI e da organização de Tóquio’2020, a ISA parece manter-se na linha dos responsáveis olímpicos. É essa a mensagem passada no comunicado oficial, que surgiu na sequência da decisão do COI em adiar uma decisão sobre um possível adiamento dos Jogos.  

"Estamos verdadeiramente compreensivos e colaborantes com as preocupações dos surfistas em todo o Mundo e todos nós estamos a tentar ajudar a conter os efeitos do vírus. Vivemos dias de incerteza e é por isso que devemos estar mais unidos que nunca no nosso amor pelo oceano, acreditando no futuro. Estamos determinados em tomar decisões responsáveis e em regressar à água assim que for seguro fazê-lo", assegurou Aguerre, adiantando ainda no comunicado que uma nova decisão sobre a realização da prova será tomada dia 20 de Abril, dentro de sensivelmente um mês.

João Aranha, presidente da Federação Portuguesa de Surf, comentou precisamente esta ideia numa recente entrevista concedida ao Record, após a Seleção portuguesa de surf adaptado ter optado por uma retirada estratégica nos recentes Mundiais. "Nesta altura ainda a ISA considera que a prova de qualificação olímpica, os World Surfing Games, se poderão realizar. Acho que estão a delirar e não se vai conseguir", atirou.

"A prova seria de 9 a 17 de Maio em El Salvador [data entretanto adiada para Junho]. Além da pandemia, El Salvador já tinha proibido a entrada a vários países, o que iria desvirtuar a possível qualificação. Além de ser de uma total injustiça para os países impedidos de competir. A nossa participação estará dependente da evolução da pandemia mas parece muito difícil nesta altura", frisou.

Por João Vasco Nunes
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Surf

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.