Portugal coloca seis surfistas nos quartos-de-final do MEO Portugal Cup of Surfing

Vasco, Kikas, Carol, Yolanda e Camila Cardoso juntaram-se a Teresa Bonvalot  

• Foto: David Cabral Santos

Ribeira d’Ilhas recebeu o segundo dia de ação do MEO Portugal Cup of Surfing e ajudou a definir os finalistas do evento português que conta para as Countdown Series da WSL. Depois de na véspera Teresa Bonvalot ter conseguido avançar diretamente para os quartos-de-final femininos, esta quarta-feira mais cinco surfistas portugueses conseguiram chegar a essa fase, depois da realização da ronda de eliminação feminina e masculina.

A prova recomeçou a meio da manhã com a prova feminina e no primeiro heat do dia a jovem Camila Cardoso causou surpresa ao bater a alemã Rachel Presti. No heat seguinte, Carolina Mendes deu continuidade ao bom momento português e venceu a basca Ariane Ochoa, com um score de 12,50.

No heat 3 houve um duelo totalmente português que ficou marcado por um extremo equilíbrio. Yolanda Hopkins acabou por fazer valer a sua experiência para bater a jovem Kika Veselko por apenas 0,4 pontos. No último heat da ronda surgiu a eliminação de Mafalda Lopes frente à basca Nadia Erostarbe, o que resultou num saldo positivo de três qualificações contra duas eliminações entre as surfistas portuguesas.

Depois, a organização decidiu parar o evento e esperar pelo melhor momento da maré, com a prova masculina a entrar na água já ao final do dia, com ondas de grande potencial. No primeiro heat da repescagem Vasco Ribeiro esteve em grande plano e derrotou o brasileiro e atual top do WCT Jadson Andre, com 14,57 pontos contra 13,87 do adversário.

No heat seguinte Portugal acabou por perder o contributo do surfista local da Ericeira Henrique Pyrrait, que deu luta ao italiano Leo Fioravanti, mas que acabou vencido pelo top do WCT, com 10,93 pontos contra 12,50. No heat seguinte o japonês Kanoa Igarashi também conseguiu seguir para os quartos-de-final, depois de vencer o francês Gatien Delahaye.

No último heat do dia houve embate totalmente português, com Frederico Morais e Afonso Antunes a realizarem um duelo de gerações, entre o presente e o futuro do surf português. Kikas usou a sua experiência para bater o jovem surfista de apenas 17 anos, que é líder do ranking nacional. Frederico somou 11,67 pontos contra 7,43 de Afonso.

Dessa forma, Portugal vai estar representado no dia final deste MEO Portugal Cup of Surfing por seis surfistas, sendo que tem quatro representantes nos quartos-de-final femininos – cada uma das surfistas integra uma bateria diferente – e mais dois na prova masculina.

Com a chamada marcada para as 7H15 novamente em Ribeira d’Ilhas, o primeiro duelo do dia será entre Camila Cardoso e a israelita Anat Leilor. Segue-se o duelo entre a francesa e top mundial Johanne Defay, que vem de um triunfo no evento francês, e Carolina Mendes. Depois Yolanda Hopkins mede forças com a francesa Pauline Ado e, por fim, Teresa Bonvalot vai defrontar a basca Nadia Erostarbe.

Já do lado masculino tudo vai começar com um heat entre Vasco Ribeiro e o marroquino Ramzi Boukhiam. Caso Vasco vença este duelo e o campeão mundial Italo Ferreira faça a sua parte na bateria seguinte frente a Leo Fioravanti, haverá reedição da final do Mundial de Juniores de 2014, onde o português saiu vencedor ali mesmo, em Ribeira d’Ilhas.

Frederico Morais, por sua vez, vai enfrentar o veterano basco Aritz Aranburu no último heat dos quartos-de-final. Caso Kikas seja bem-sucedido vai competir nas meias-finais com o vencedor da bateria entre o francês Maxime Huscenot e Kanoa Igarashi, que também é local da Ericeira, uma vez que tem casa naquela zona e passa lá grande parte do ano.

Por João Vasco Nunes
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias