Renault Porto Pro pode decidir campeões nacionais de forma antecipada

Lista de heats já é conhecida para a penúltima etapa da Liga MEO Surf 2020

• Foto: Carlos Barroso / EPA

Foram divulgados ao final desta quinta-feira os heats do Renault Porto Pro, quarta e penúltima etapa da Liga MEO Surf, que poderá ser determinante para a atribuição dos títulos de campeões nacionais de surf, os únicos em disputa a nível mundial em 2020. Teresa Bonvalot e Afonso Antunes chegam ao Porto e Matosinhos na liderança dos respetivos rankings e ambos com possibilidades de chegarem aos títulos já nesta prova. Teresa e Afonso já conhecem os adversários que vão ter pela frente na ronda inaugural.

Teresa Bonvalot vai fazer a estreia no quinto de oito heats da ronda inaugural feminina, onde vai medir forças com as jovens Miriam Julião e Constância Rocha Simões. Caso vença a etapa nortenha, Teresa é automaticamente campeã nacional, o que significaria o terceiro título da carreira, aos 20 anos. Mas o segundo lugar também pode servir a Teresa, dependendo do resultado das rivais mais diretas, Yolanda Hopkins (2.ª do ranking) e Carolina Mendes (3.ª).

Já do lado masculino é o jovem Afonso Antunes, de apenas 17 anos, que vai chegar ao Norte com a licra amarela vestida. Neste caso, as contas são mais fáceis, pois só há um cenário possível para haver título antecipado. Afonso, que na ronda inaugural vai estar no heat 8, ao lado de Matisse Verworst, José Maria Bispo e mais um surfista vindo dos trials, terá que vencer a etapa e esperar que Frederico Morais (2.º do ranking) não chegue à final.

Requisitos para Afonso Antunes ser Campeão Nacional no Renault Porto Pro:

– Vencer a etapa e esperar que Frederico Morais não chegue à final;

Requisitos para Teresa Bonvalot ser Campeã Nacional no Renault Porto Pro:

– Vencer a etapa;
– Ou ficar no 2.º posto e esperar que Yolanda Hopkins ou Carolina Mendes não vençam a etapa;

Entre os outros heats desta ronda inaugural destaque para aquele que opõe Vasco Ribeiro a Francisco Alves e ainda Bruno Mendonça, ou a bateria que conta com Francisco Almeida, Martim Magalhães, Halley Batista e ainda Tiago Pires, que vai fazer um regresso esporádico à competição neste Renault Porto Pro. Já Frederico Morais vai estar no heat 9, onde defronta Daniel Nóbrega, Vasco Veloso e ainda um surfista vindo dos trials.

Entretanto, a etapa portuense conta com uma baixa de última hora, graças à desistência de Tomás Fernandes, vencedor da etapa no ano passado.

A chamada para o Renault Porto Pro está marcada para as 8 horas desta sexta-feira, com condições de potencial no horizonte, sobretudo para sábado. No entanto, o dia das decisões será no domingo e aí se saberá se haverá campeões nacionais já no Porto ou se as contas ficam adiadas para outubro, em Cascais, na etapa final.    

Por João Vasco Nunes
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.