'Rivais' de Frederico Morais não superam trials em Pipeline

Havaianos dominaram o Pipe Invitational e conquistaram as duas vagas para o evento principal

• Foto: Carlos Barroso/Arquivo

Billy Kemper e Imaikalani deVault são os dois nomes que se vão juntar à elite mundial na disputa pelo Billabong Pipe Masters 2019. Os dois havaianos fora mais fortes na final do Pipe Invitational, que terminou já na madrugada desta terça-feira, sobressaindo entre um elenco totalmente havaiano no heat decisivo. Fora das contas ficaram os australianos Ethan Ewing, líder do ranking da Triple Crown, e ainda Jack Robinson, grandes rivais de Frederico Morais na luta por este importante sub-troféu.

Os dois surfistas de Maui estiveram em plano de destaque ao longo do evento e na final elevaram ainda mais o nível, perante um mar pesado e com condições tubular, muitas vezes a roçar a perfeição. Com 13,17 pontos, o triunfo sorriu a Kemper, com deVault a somar 12,50. Keanu Asing (7,56) e Koa Smith (3,83) contentaram-se com o 3.º e 4.º lugar, respetivamente, da final, ficando à porta do tão desejado evento.

Kemper, que provou mais uma vez ser um dos surfistas mais completos do planeta, juntou os títulos mundiais de ondas grandes e as vitórias em Sunset a este triunfo em Pipeline, e vai agora ter pela frente na ronda inaugural do Pipe Masters e líder mundial Italo Ferreira. Já o jovem deVault entra frente a Gabriel Medina. Ambos podem ser cruciais nas contas do título mundial.

Este desfecho ditou ainda que Ethan Ewing e Jack Robinson, principais rivais de Frederico Morais na luta pela Triple Crown havaiana não conseguissem vaga no evento principal, estando, assim, o português dependente apenas da sua performance em Pipeline para chegar a um título que seria histórico para o surf nacional. Embora saiba que em caso de passar à 3.ª ronda deverá ter sempre pela frente um dos candidatos ao título mundial.

Ainda assim, Kikas terá de avançar pelo menos duas rondas no Pipe Masters, isto porque a vantagem de Ewing na liderança do ranking da Triple Crown aumentou para os 2650 pontos. Já Robinson, que dominou as primeiras rondas dos trials, mostrando porque é considerado o melhor jovem tube rider do Mundo, amealhou 800 pontos, passando para a frente do do português por apenas 700 pontos. Tanto Ewing como Robinson caíram já nas meias-finais deste Pipe Invitational.

Zeke Lau, Wade Carmichael, Michel Bourez e Kelly Slater são os outros surfistas do WCT que também não estão longe de Frederico no ranking da Triple Crown, pelo que superar os dois jovens australianos não deverá chegar para Kikas ser coroado vencedor, sendo preciso avançar mais rondas para se defender destes nomes e de outros que possam chegar às fases finais em Pipeline.

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Surf

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.