Surf em Peniche a caminho de uma gestão mais sustentável

Proposta da Associação de Escolas de Surf de Portugal foi bem recebida

A Associação de Escolas de Surf de Portugal (AESDP) esteve no Centro de Alto Rendimento de Peniche no passado domingo, onde apresentou a sua proposta de atuação para uma maior regulamentação das escolas de surf e para uma gestão mais sustentável do surf na Capital da Onda.

A necessidade de uma alteração ao contexto regulamentar e de ordenamento do surf em Peniche ficou bem demonstrada pela forte adesão às sessões organizadas pela AESDP. Da parte da manhã, a Associação esteve reunida com 25 dos seus associados que operam nas praias do concelho, tendo a sessão pública da tarde contado com a presença de mais de 64 pessoas que expressaram as suas preocupações em relação ao atual estado de massificação do surf em Peniche.

A AESDP apresentou outros casos nacionais onde esta problemática tem já vindo a ser solucionada e comunicou a sua proposta do caminho a seguir para um ordenamento eficaz das praias em Peniche. Essa proposta passa pela criação de um grupo de trabalho composto por representantes dos diversos agentes locais, para a execução de um conjunto de propostas de ações a implementar já na época balnear de 2019.

Esta sessão surgiu no seguimento do compromisso estabelecido entre a AESDP e o Capitão do Porto de Peniche, no qual a Associação ficou de apresentar um documento contendo uma estratégia de regulamentação e ordenamento coordenada entre os diversos agentes locais. O objetivo da AESDP passa agora pela preparação de um documento que reúna um consenso geral entre todos os que utilizam as praias de Peniche.

Por José Miguel Machado
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.