Trio português avança no quadro principal do Mundial ISA

Guilherme Fonseca, Teresa Bonvalot e Yolanda Hopkins seguem imbatíveis

• Foto: ISA/Evans
Portugal viveu, esta terça-feira, mais um dia positivo nas ondas de Huntington Beach, com três surfistas a manterem-se no quadro principal após a quarta jornada do Mundial ISA. O destaque do dia foi Guilherme Fonseca, que avançou duas rondas na prova masculina, estando já na ronda 5, entre os 12 últimos surfistas do quadro principal e a três rondas da final, caso se mantenha imbatível. Na prova feminina Teresa Bonvalot e Yolanda Hopkins avançaram para a ronda 4.

Numa longa e decisiva jornada em que a prova feminina se juntou pela primeira vez à prova masculina, a equipa portuguesa perdeu mais dois elementos para as repescagens, mas ainda continua completa. No lado masculino, Frederico Morais não foi além do 3.º posto no heat 8 da ronda 3, onde foi superado pelo brasileiro Miguel Pupo e pelo italiano Leo Fioravanti, falhando a qualificação por apenas 0,37 pontos. Com esta derrota Kikas caiu para as repescagens, onde entra diretamente na ronda 4.

Do lado feminino, Kika Veselko foi a primeira portuguesa a cair nas repescagens, depois de ter perdido na ronda 4, no mesmo heat em que Yolanda Hopkins conseguiu a qualificação para a fase seguinte. Tal como Frederico, Kika caiu diretamente para a ronda 4 das repescagens femininas. Quem também está nas repescagens, mas ainda na ronda 3, é Guilherme Ribeiro, que ontem não competiu.

Ribeiro vai ser o primeiro surfista português a entrar em cena esta quarta-feira, numa jornada inteiramente dedicada às repescagens. O atual líder do ranking nacional está no heat 4 da ronda 3 masculina de repescagem e terá pela frente o dominicano Leandro Castillo, o costarriquenho Oscar Urbina e o nicaraguense Jackson Obando. Dessa forma, apenas Gui Ribeiro, Frederico Morais e Kika Veselko vão estar em ação, com Guilherme Fonseca, Teresa Bonvalot e Yolanda Hopkins a terem um dia de folga. Kikas e Kika ainda aguardam por adversários nos seus heats, que virão de fases prévias.
O programa refere que a ação irá até ao final da ronda 4 de repescagem feminina, o que faz com que Kika entre uma vez em ação, e até à ronda 5 de repescagem masculina, o que significa que Guilherme Ribeiro poderá ter de competir três vezes na jornada de hoje e Kikas duas vez, caso consiga ir superando os respetivos heats.

Quanto ao trio português que prossegue imbatível neste Mundial ISA já sabe que só regressa à ação na quinta-feira. Quando isso acontecer, Teresa Bonvalot vai estar no heat 2 da ronda 4 feminina, onde terá a concorrência da equatoriana Dominic Barona, da canadiana Mathea Dempfle-Olin e da francesa Pauline Ado. Já Yolanda Hopkins estará no heat 4, tendo a forte concorrência da francesa Vahine Fierro, da norte-americana Kirra Pinkerton e da japonesa Amuro Tsuzuki. Isto numa fase em que restam apenas 16 surfistas em jogo. Caso superem mais esta ronda, as portuguesas ficam apenas a duas rondas de chegar à grande final das medalhas.

Do lado masculino Guilherme Fonseca sabe que terá um duro teste pela frente na próxima vez que entrar na água. O surfista do Oeste ficou colocado no primeiro de três heats da ronda 5 masculina, tendo pela frente dois atuais membros da elite do surf mundial, o japonês Kanoa Igarashi e o brasileiro Jadson Andre, além do argentino Santiago Muniz, que conta no currículo com dois títulos individuais em Mundiais ISA.

Em termos coletivos, Portugal é uma das 13 seleções que ainda não perdeu qualquer atleta, numa lista onde já não surge uma das seleções em teoria mais fortes, o Peru. Dessa forma, a jornada desta quarta-feira vai ser decisiva para perceber que seleções entram na reta final deste Mundial ISA sem baixas e na frente do ranking coletivo. 
Por João Vasco Nunes
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias