WSL define novo top 34 mundial com surpresa na entrega dos wildcards

Etapas australianas vão servir de desempate pela última vaga de acesso à elite mundial

A World Surf League anunciou esta terça-feira quais os surfistas que farão parte do circuito mundial (WCT) em 2020, revelando, assim, os dois wildcards disponíveis para a próxima temporada. Estas são vagas destinadas sobretudo a surfistas que tiveram lesões durante a época que agora finda. Mas, desta vez, a WSL decidiu inovar na forma como atribuiu as vagas.

Além do top 22 do ranking do WCT em 2019 e do top 10 do ranking WQS, onde Frederico Morais terminou no 1.º posto, a elite mundial masculina de 2020 vai ser composta ainda pelo brasileiro Adriano de Souza. O campeão mundial de 2015 voltou a lesionar-se com gravidade no decorrer da temporada e recebeu assim um convite para permanecer entre o top 34 do surf mundial.

Contudo, a outra vaga ainda não está definida. Isto porque existiam dois candidatos à mesma: o italiano Leo Fioravanti, que deslocou um ombro em competição, e o australiano Mikey Wright. Apesar de ter falhado mais etapas – não compete desde maio -, a verdade é que a lesão de Wright sempre teve envolvida em grande mistério. De forma a não tomar uma decisão polémica, Pat O’Connell, responsável do WCT, decidiu inovar na atribuição da segunda vaga.

Tanto Fioravanti como Wright vão ter presença garantida nas três primeiras etapas da próxima temporada. No final dessas três etapas o que estiver melhor posicionado no ranking garante a continuidade entre a elite mundial para as restantes 8 etapas. Ora, resta salientar que essas três etapas serão disputadas na… Austrália, onde Wright vai competir em casa.

Destaque ainda para a pausa anunciada por Carissa Moore no circuito feminino. A saída de cena da campeã mundial veio confirmar a entrada da jovem japonesa Amuro Tsuzuki na elite mundial feminina. Um feito histórico para o surf nipónico, que qualifica pela primeira vez um surfista para o circuito mundial de surf.

2019 Top 22 CT: 
Italo Ferreira (BRA)
Gabriel Medina (BRA) 
Jordy Smith (ZAF) 
Filipe Toledo (BRA)
Kolohe Andino (USA)
Kanoa Igarashi (JPN)
John John Florence (HAW)
Kelly Slater (USA)
Owen Wright (AUS) 
Jeremy Flores (FRA)
Julian Wilson (AUS)
Seth Moniz (HAW)
Michel Bourez (FRA) 
Ryan Callinan (AUS)
Jack Freestone (AUS)
Griffin Colapinto (USA)
Caio Ibelli (BRA)
Wade Carmichael (AUS)
Adrian Buchan (AUS)
Conner Coffin (USA)
Peterson Crisanto (BRA)
Yago Dora (BRA)

2019 Top 10 QS: 
Frederico Morais (PRT)
Jadson Andre (BRA)
Matthew McGillivray (ZAF) 
Jack Robinson (AUS)
Alex Ribeiro (BRA) 
Miguel Pupo (BRA)
Ethan Ewing (AUS)
Connor O’Leary (AUS)
Deivid Silva (BRA)
Morgan Cibilic (AUS)

WSL Wildcards: 
Adriano de Souza (BRA)
TBD: Leonardo Fioravanti (ITA) / Mikey Wright (AUS)

2019 Top 10 CT: 
Carissa Moore (HAW)*
Caroline Marks (USA) 
Lakey Peterson (USA)
Stephanie Gilmore (AUS)
Sally Fitzgibbons (AUS)
Tatiana Weston-Webb (BRA)
Courtney Conlogue (USA)
Johanne Defay (FRA)
Malia Manuel (HAW) 
Nikki Van Dijk (AUS)

2019 Top 6 QS: 
Isabella Nichols (AUS)
Bronte Macaulay (AUS) 
Sage Erickson (USA)
Brisa Hennessy (CRI)*
Macy Callaghan (AUS)
Keely Andrew (AUS)

*A desistência de Carissa Moore abriu vaga no ranking do WCT à costarriquenha Brisa Hennessy, que, por sua vez, abriu vaga para a japonesa Amuro Tsuzuki no ranking do WQS.

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.