Yolanda Hopkins com triunfo dominador na Miss Costa Nova Cup

Teresa Bonvalot foi finalista vencida e manteve liderança do ranking nacional

• Foto: Instagram

Yolanda Hopkins foi a grande vencedora da 16.ª edição da Missa Costa Nova Cup, evento especial exclusivamente feminino a contar para o ranking nacional. Depois de ter garantido ali mesmo no ano passado o primeiro título nacional da carreira, a surfista algarvia garantiu, assim, o regresso aos triunfos, após uma exibição de luxo, dizimando toda a concorrência do início ao fim da prova.

A caminhada triunfante de Yolanda começou logo na ronda inaugural, que se realizou na quinta-feira, onde a campeã nacional em título começou por vencer a sua bateria frente a Raquel Otero e Maria Salgado com a primeira das sete notas de excelência que fez ao longo do evento, desta feita um 8 pontos.

Esta sexta-feira, no dia final da Miss Costa Nova Cup, após o nevoeiro não dar tréguas pela manhã, Yolanda Hopkins aumentou a bitola até à conquista final, aproveitando o potencial das ondas da Costa Nova. Além de ter conseguido mais seis notas excelentes pelo caminho e de ter ficado com o top 3 das melhores ondas (9,65, 9,15 e 8,55 pontos), Yolanda ainda fez os dois melhores scores de todo o evento, com 18,15 pontos logo na 2.ª ronda e 17,70 feitos na 3.ª ronda, numa bateria em que ajudou a deixar Carolina Mendes e Camilla Kemp pelo caminho, com a jovem Carolina Santos a juntar-se a ela nas meias-finais.

Já nas meias-finais, numa bateria disputada woman-on-woman, Yolanda Hopkins conseguiu um triunfo sólido frente a Mafalda Lopes, com 12,6 pontos contra 7,75, marcando assim encontro na final com Teresa Bonvalot, que tinha deixado pelo caminho Carolina Santos. Apesar de Teresa trazer consigo o ímpeto alcançado com o triunfo internacional em Pantín, Yolanda continuou as suas performances arrebatadoras e deixou a rival em combinação na final, que terminou com 14,50 pontos contra 7,80.

"Este era o resultado que eu queria", começou por dizer a surfista algarvia, após o segundo triunfo consecutivo nesta prova. "Ílhavo tem sempre ondas boas para o meu tipo de surf. Resultou bem para mim e, uma vez mais, senti-me em casa, pois sou muito acarinhada aqui. Tenho o objetivo de renovar o título de campeã nacional e, agora, estou mais perto disso, porque nas outras provas fiquei um pouco para trás", sublinhou.

Yolanda Hopkins foi ainda eleita a Miss Simpatia da Miss Costa Nova Cup 2020, um prémio que todos os anos é entregue à surfista escolhida pela organização. Destaque ainda para o wildcard conseguido por Carolina Santos para o Pro Júnior Europeu, a realizar em Outubro, em Espinho, depois de ter sido a melhor surfista Sub-18 em prova.

Com este triunfo, Yolanda subiu à vice-liderança do ranking feminino, a duas etapas do final, reentrando na luta pelo título. A liderança continua entregue a Teresa Bonvalot, que foi finalista vencida em Ílhavo, agora com uma diferença de apenas 270 pontos para a mais direta adversária. Mais atrás, no 3.º posto do ranking, com 510 pontos de atraso, surge Carolina Mendes, que alcançou o 5.º posto nesta etapa.

Ranking nacional feminino após 4 etapas:

1 Teresa Bonvalot, 3590 pontos
2 Yolanda Hopkins, 3320
3 Carolina Mendes, 3080
4 Kika Veselko, 2625
5 Gabriela Dinis, 2525

As melhores surfistas nacionais regressam à ação já este mês, na quarta e penúltima etapa da Liga MEO Surf 2020, o Renault Porto Pro, que se realiza de 18 a 20 de Setembro. A elas juntam-se também os competidores masculinos, para um evento que promete ser decisivo nas contas da luta pelo título, ajudando a definir quem chegará à etapa final, em Cascais (15 a 17 de Outubro), com hipóteses de se sagrar campeão nacional.

Por João Vasco Nunes
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Surf

Notícias