Francisco Santos: «Segredo da qualificação foi a experiência e o talento dos jogadores»

Selecionador radiante com o trabalho desenvolvido

• Foto: Ricardo Jr

A Seleção Nacional masculina de ténis de mesa conseguiu o apuramento para os Jogos Olímpicos, ao bater a Bélgica por 3-0, num jogo que deixou o selecionador Francisco Santos naturalmente satisfeito.

Sentimento pela qualificação

Penso que as caras do jogadores dizem tudo. Estamos muitos felizes porque alcançámos o principal objetivo desta época desportiva. Os jogadores prepararam-se como se fossem os seus primeiros Jogos Olímpicos e penso que o país se pode orgulhar desta geração.

Análise à partida com a Bélgica

O ténis de mesa é isto mesmo, umas vezes estamos por cima e outras por baixo. Estes atletas são muito experientes, estão habituados a estes momentos e o sangue frio deles fez a diferença. O Marcos salvou um match point, no jogo do João Monteiro e no jogo de pares conseguimos fazer algumas reviravoltas de quatro/cinco pontos. O segredo foi a experiência e o talento dos jogadores. Termos três atletas da mesma geração com este nível é ímpar no desporto português

Objetivos para os Jogos

Ainda estamos a seis meses da competição, mas é importante tentarmos ganhar alguns pontos no ranking para sermos um dos primeiros oito cabeças de série e termos um sorteio favorável na primeira ronda. Passando a primeira ronda, o céu é o limite.

Por Diogo Matos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ténis de Mesa

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.