Pedro Miguel Moura: «Equipa masculina pode conseguir o sonho que todos idealizamos nos Jogos»

Presidente da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa confiante para Tóquio’2020

• Foto: Ricardo Jr

Momentos após a participação portuguesa no Torneio de Qualificação Olímpica ter terminado, Pedro Miguel Moura, presidente da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa, fez uma análise ao torneio e perspetivou aquiulo que podem ser os Jogos Olímpicos.

Balanço do Torneio de Qualificação Olímpica de Ténis de Mesa

"Havia três vertentes que eram importantes para a Federação Portuguesa de Ténis de Mesa. Primeiro, o aspeto da organização: queríamos mostrar à ITTF e ao país que somos uma entidade credível a organizar eventos internacionais e isso ficou provado. Esse teste foi passado.

Depois tínhamos o aspeto desportivo, queríamos muito a qualificação da equipa masculina. Esta foi a primeira vez que a qualificação para os Jogos foi feita por competição e não por ranking e era importante proporcionarmos um ambiente positivo à equipa masculina. Esse objetivo foi totalmente cumprido. Conseguimos subir o ranking dos atletas para chegarmos aqui como cabeças de série e depois os jogadores corresponderam em prova

Por fim, o terceiro objetivo era conseguirmos a qualificação da equipa feminina, que era algo impensável no início deste ciclo. A verdade é que esse objetivo, que não era primordial mas era possível, ficou muito perto de ser conseguido"

O que faltou para a qualificação da Seleção feminina ser alcançada?

"Faltou aqui um jogo. Há um esforço feito para recuperar uma mesatenista portuguesa de prestígio que não treinava em alta competição há alguns anos, embora jogue na 1ª Divisão portuguesa. O seu nível permite-lhe ganhar sem ter grandes problemas de treino, mas tentámos recuperá-la em três meses, até para termos um parte competitivo. O Comité Olímpico também aderiu e percebeu. O que é importante é chegarmos ao fim do dia de consciência tranquila e penso que Comité Olímpico, Federação, atletas e treinadores estão de consciência tranquila."

Perspetivas para os Jogos Olímpicos de Tóquio

"Para já temos cinco atletas apurados e temos a possibilidade de ter uma atleta a jogar a segunda vaga dos singulares masculinos. Ainda há dois momentos de qualificação individual, em Moscovo e no Qatar, e vamos tentar qualificar a Jieni Shao, que é uma das melhores jogadoras do mundo. Tenho a certeza que vamos repetir a cota de atletas que levámos ao Rio de Janeiro."

"O próximo passo é começar a preparar como vamos estar nos Jogos Olímpicos, à procura de um resultado de mérito. Entrámos nesta prova como oitavos cabeças de série e, neste momento, com as equipas que estão apuradas, seríamos o nono cabeça de série nos Jogos se as coisas se mantivessem como estão. O próximo passo é entrarmos nos oito primeiros porque assim sorteio pode proporcionar-nos um adversário menos difícil. Isto é um nível muito alto, tivemos uma grande surpresa, que foi a qualificação da Sérvia, mas temos de trabalhar com alguma lógica. Se formos um dos oito cabeças de série podemos fugir de potências como China, Japão e Alemanha na primeira ronda. Queremos que o sorteio não mate as nossas aspirações. A partir daí, esta nossa equipa pode conseguir o milagre e o sonho com que todos idealizamos. É possível, mas temos de ir construindo passo a passo e o primeiro passo é conseguirmos ser um dos oito cabeças de série."

O dirigente aproveitou ainda para agradecer o apoio dado pelo Comité Olímpico Português: "Há muita gente envolvida neste processo e vamos partilhando ideias com as pessoas do Comité Olímpico, que tem acreditado muito nos projetos da Federação Portuguesa de Ténis de Mesa. Não posso deixar que este dia terminar sem mandar um grande abraço ao presidente do Comité Olímpico, o professor José Manuel Constantino. Dedico-lhe a qualificação da equipa masculina e a nossa prestação neste torneio".

Por Diogo Matos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ténis de Mesa

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.