Portugal desfalcado mas confiante

Primeiro jogo da qualificação para o Euro'2019

• Foto: Lusa

Marcos Freitas e Tiago Apolónia, o primeiro com uma lesão numa costela, o segundo engripado, são baixas importante na Seleção Nacional que esta terça-afeira começa o apuramento para o Campeonato da Europa por equipas de 2019, em Lagos (19h45), diante da Hungria. Por outro lado, João Monteiro está também limitado fisicamente, com um problema num pé, e só hoje se saberá se estará em condições para dar o seu contributo no Algarve.

Mas pese embora a importância que têm os portugueses mais bem classificados no ranking mundial, a confiança da equipa mantém-se em alta, até porque o nosso país já se habituou a estar nas fases finais das grandes competições.
"Independentemente dos jogadores, Portugal vai apresentar-se na máxima força e pleno de confiança", disse-nos Francisco Santos, técnico adjunto da Seleção Nacional, que vai então ter ao seu dispor Diogo Carvalho, João Geraldo, João Monteiro e Diogo Chen, que acabou por render Apolónia, o último a estar indisponível para o embate de hoje.

Portugal surge na oitava posição do ranking mundial, a Hungria na 30ª. "Se somos favoritos? Se for pelo lugar do ranking, diria que sim, mas os rankings não ganham jogos. A Hungria tem uma equipa jovem e certamente vai tentar complicar-nos a vida", referiu ainda Francisco Santos.
E começar a qualificação em casa é uma mais-valia? "É sempre bom jogarmos em casa, é um fator de acréscimo motivacional, pois contamos com o apoio do nosso público para vencermos."
Portugal está integrado num grupo de três seleções, da qual faz ainda parte a Áustria e cuja data do jogo está ainda por agendar.

As três seleções defrontam-se em sistema de todas contra todas e em casa e fora, apurando-se para a fase final do Europeu do próximo ano as duas primeiras classificadas. Por isso, dificilmente Portugal não estará entre os melhores e para tentar recuperar o título que conquistou em Lisboa, em 2014.
O ano passado, o nosso país chegou também à final do Campeonato da Europa por equipas, no Luxemburgo, perdendo, no entanto, para a Alemanha, que é então a detentora do troféu.


João Monteiro, como já referimos, pode não jogar esta terça-feira diante da Hungria. "Só mesmo em cima do jogo saberei se estou em condições. Vai ser até às últimas", esclareceu a Record. "A equipa tem outras soluções, os nossos colegas dão-nos garantias", destacou, recordando que "há um ano, contra a Ucrânia, nenhum dos três jogou [Freitas, Apolónia e Monteiro] e vencemos". De resto, frisa que Portugal vai "tentar começar com uma vitória".

Por Ana Paula Marques
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis de Mesa

Notícias

Notícias Mais Vistas