Um casamento que vale ouro

João e Daniela Monteiro vencem final dramática

• Foto: EPA

Do altar... para o lugar mais alto do pódio. João Monteiro e a mulher, a romena Daniela Dodean Monteiro, transportaram para a mesa a excelente relação que têm fora dela para juntos conquistarem o título de pares mistos no Campeonato da Europa, em Budapeste, Hungria.

Numa jornada de duplo sucesso, o casal Monteiro começou por derrotar uma dupla cem por cento romena (Ionescu/Szocs) por 3-0, antes de vencer uma final emocionante diante dos suecos Mattias Karlsson e Matilda Ekholm, por
3-2. A formação nórdica começou melhor e venceu os dois primeiros sets, mas a dupla luso-romena nunca desistiu e, depois de vencer facilmente os dois parciais seguintes, conseguiu levar a melhor numa ‘negra’ dramática, onde até chegou a ser necessário salvar um match point.

Este é o terceiro título europeu da carreira de João Monteiro, depois do triunfo na prova de equipas em 2014 e na variante de pares, ao lado do austríaco Stefan Fegerl, no ano passado. Já Daniela junta este aos títulos europeus de pares femininos em 2009 e 2012.

No final, à conversa com Record o lisboeta dedicou a vitória à filha de ambos, Lara. "É um sentimento espetacular ser novamente campeão europeu. A nossa filha faz um ano e meio hoje [ontem] e dedicamos-lhe este título, porque não pudemos estar com ela." O português persegue agora apenas o título em singulares. "É a medalha que me falta", admitiu, sem querer arriscar com quantas o casal Monteiro vai sair de Budapeste.

Monteiro feliz a triplicar

A jornada de ontem foi perfeita para João Monteiro, que garantiu ainda a qualificação para os oitavos-de-final de singulares e para os ‘quartos’ de pares.

Em singulares, Monteiro arrasou o experiente e cotado grego Panagiotis Gionis, de 36 anos, por 4-0, e em pares, onde defende o título com Stefan Fegerl, bateu os húngaros Tamas Lakatos e Adam Szudi, por 4-2.

Nos oitavos-de-final de singulares também já está o nº 1 português, Marcos Freitas, que bateu o alemão Benedikt Duda, por 4-3, e é agora o segundo jogador com melhor ranking em prova, depois da eliminação de Dmitrij Ovcharov, 1º cabeça de série. João Geraldo caiu na 2ª ronda de singulares, mas mantém-se vivo nos ‘quartos’ de pares, ao lado do compatriota Tiago Apolónia.

Por José Morgado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis de Mesa

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.