A "exibição horrível" de Novak Djokovic: «Senti-me pessimamente»

Sérvio eliminado em Monte Carlo diz que foi um dos seus "piores encontros nos últimos anos"

• Foto: Reuters

O tenista sérvio Novak Djokovic, número um mundial, foi eliminado hoje pelo britânico Daniel Evans na terceira ronda do Masters 1.000 de Monte Carlo, que está a decorrer esta semana no Mónaco.

Num dia em que o espanhol Rafael Nadal acedeu aos quartos de final na terra batida de Monte Carlo, o sérvio e detentor de 18 títulos do Grand Slam, de 33 anos, foi surpreendido pelo 33.º colocado no ranking ATP, que alcançou o triunfo pelos parciais de 6-4 e 7-5, ao fim de duas horas e seis minutos.

Cometendo muitos erros não forçados (45), o antigo bicampeão do Masters 1.000 de Monte Carlo não conseguiu lidar com a esquerda em 'slice' e o jogo variado de Daniel Evans, de 30 anos, e acabou por registar a primeira derrota da temporada, depois de não ter aproveitado um 'set point' no segundo 'set'.

"Parabéns a ele. Mereceu a vitória, foi melhor hoje, especialmente nos momentos importantes. Quanto a mim, sinceramente, creio que foi um dos meus piores encontros nos últimos anos. Não quero retirar qualquer mérito à vitória dele, mas senti-me pessimamente em campo. Nada resultava, foi um daqueles dias. Uma exibição horrível", defendeu Djokovic.

Já Evans, que recuperou de uma desvantagem de 0-3 no segundo parcial frente ao número um mundial, garantiu a qualificação, pela primeira vez na carreira, para os quartos de final de um torneio Masters 1.000, tendo como próximo adversário o belga David Goffin (15.º ATP), que bateu hoje o alemão Alexander Zverev, sexto classificado na hierarquia mundial, por 6-4 e 7-6 (7).

Ao contrário do líder do 'ranking' mundial, o esquerdino Rafael Nadal não se deixou surpreender pelo búlgaro Grigor Dimitrov, 17.º classificado na hierarquia ATP, e com um duplo 6-1, em apenas 55 minutos, assegurou a continuidade em prova.

O jogador de Manacor, terceiro cabeça de série e 11 vezes campeão em Monte Carlo, vai defrontar agora o vencedor do encontro entre o russo Andrey Rublev (8.º ATP) e o compatriota Roberto Bautista Agut (11.º).

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.