Advogado de Sharapova confiante na redução da pena

Russa vai recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto

John Haggerty, advogado de Maria Sharapova, mostrou-se esta quarta-feira muito confiante de que o recurso da russa para o Tribunal Arbitral do Desporto resultará numa redução da pena da russa, suspensa pelo ITF durante dois anos, com início a 25 de janeiro de 2016.

"O comunicado da ITF revela que a Maria não tomou a substância com a intenção de melhorar a sua performance desportiva e que a minha cliente não desejava violar as regras de anti-doping. Perante isto, uma suspensão de menos de dois anos era garantida, pelo que vamos apelar e recorrer ao TAS", declarou o norte-americano. 

Haggerty reforça a sua confiança na decisão do TAS. "Sempre vimos este caso como um processo de dois passos: a decisão da ITF e o recurso para o TAS e é isso que vamos fazer. Ainda que esteja contente que a ITF tenha considerado não ter havido intenção da Maria em violar as leis, estamos desapontados pela duração da pena, que achamos demasiado severa. Ele é muito famosa e a ITF quer fazer dela um exemplo. Acreditamos que no TAS a suspensão será reduzida e a Maria Sharapova irá regressar aos courts mais cedo".

Por José Morgado
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.