Ashleigh Barty vai fechar o ano na liderança do ranking WTA

Derrota na China não impede 1.º lugar da tenista australiana na hierarquia mundial

• Foto: EPA

A australiana Ashleigh Barty assegurou a liderança do ranking mundial de ténis feminino, apesar de ter perdido esta terça-feira frente à holandesa Kiki Bertens, que substituiu a japonesa Naomi Osaka, nas WTA Finals, em Shenzhen, na China.

Bertens, 10.ª da hierarquia, impôs-se por 3-6, 6-3 e 6-4, em duas horas e 10 minutos, no seu segundo jogo no 'grupo vermelho', depois do triunfo frente à suíça Belinda Bencic, sétima da hierarquia, no domingo. Este foi o primeiro triunfo da holandesa frente à australiana, em cinco jogos.

Apesar da derrota, Barty assegurou que vai terminar 2019 no topo da hierarquia, tornando-se na primeira australiana a consegui-lo. Só Karolina Pliskova e Osaka poderiam destronar Barty, necessitando de conquistar o torneio e vencer todos os jogos, mas a japonesa desistiu devido a lesão e a checa perdeu frente à ucraniana Elena Svitolina, na sua estreia no 'grupo roxo'.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Em alerta

Daniil Medvedev desiste de Monte Carlo com Covid-19, um dia após treinar com Rafael Nadal

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.