Cinco portugueses recebem perto de 8 mil euros

Do fundo de apoio aos jogadores menos bem classificados

• Foto: Pedro Simões

Estão praticamente fechados os critérios de distribuição dos cerca de seis milhões de euros disponíveis no fundo de apoio aos jogadores menos bem classificados, que neste tempo de pandemia estão a sofrer bastante com a paragem, uma vez que sem competição... não recebem um único cêntimo.
Ao que Record apurou, vão ser contemplados todos os jogadores entre o 101º e o 500º posto de singulares e entre o 51º e 175º posto de pares. Ninguém abaixo disso recebe qualquer verba do circuito, ao contrário do que chegou inicialmente a ser pensado.

Restringir os apoios a jogadores do top 500 prendeu-se essencialmente com o facto de grande parte do dinheiro ter sido ‘injetado’ pelos torneios do Grand Slam, pelo que a lógica é que os tenistas que habitualmente jogam Majors sejam compensados.

Em Portugal, Pedro Sousa, João Domingues, Frederico Silva, Gonçalo Oliveira e Fred Gil são os cinco jogadores apoiados a confirmar-se que avançam estes critérios. Cada um recebe perto de oito mil euros.
A Federação Internacional de Ténis (ITF) anunciou entretanto que vai criar um fundo diferente, para tenistas entre o 501º e o 700º posto dos rankings.

Por José Morgado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0