'Comadres' já não estão zangadas: Serena Williams e Sharapova fazem as pazes na gala MET

Posam numa foto, muito sorridentes, ao lado de Venus Williams

• Foto: Instagram
A gala MET que esta semana se realizou em Nova Iorque serviu para vermos muita roupa estranha, mas também para Serena Williams e Maria Sharapova fazerem as pazes. As norte-americana e a russa posaram juntas, ao lado de Venus Williams, muito sorridentes, numa foto que depois foi partilhada pela 'Sereia da Sibéria'.

O mau ambiente reinante entre as duas foi relatado por Sharapova na sua biografia intitulada 'Unstoppable', publicada em 2017. No livro a russa conta que tudo aconteceu depois da sua vitória frente a Serena na final de Wimbledon, em 2004. "Ia a caminho do balneário e ouvi a Serena a chorar. Estava a soluçar. Fui-me embora dali rápido. Penso que ela me odiava porque foi a miúda fraca que a derrotou, contra todos os prognósticos. E creio que ela me odiou ainda mais por a ter visto naquele momento de fraqueza, por a ter ouvido chorar. Nunca me esquecerá por isso."

Em 2018 Serena desmentiu as palavras da russa. "Não tenho nenhuma sensação negativa em relação a ela, mas foi um pouco dececionante ver esse rumor escrito no seu livro. Penso que nós, as mulheres, devíamos ajudar-nos umas às outras."

Agora, Venus Williams juntou-as na gala MET e colocou um ponto final na polémica: "A Serena e eu fomos falar com ela antes da gala. Ficámos muito felizes por nos vermos, abraçámo-nos, rimos, recuperámos histórias e fizemos fotos. A história é que, enquanto tenistas, competimos duramente nos courts durante anos, mas respeitamo-nos e gostamos umas das outras. Gostamos da Maria", atirou a mais velha das irmãs Williams.

Por Record
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas