Decisão do TAS deixa Sharapova a "contar os dias" para o regresso

Suspensão foi reduzida para 15 meses

• Foto: Reuters

Maria Sharapova considerou que esta terça-feira é um dos "dias mais felizes" da sua carreira, face à decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) em reduzir para 15 meses a sua suspensão por 'doping'.

"Passei em março por um dos piores dias da minha carreira, ao saber da suspensão, para um dos mais felizes agora, ao saber que regresso ao ténis em abril (2017)", começou por dizer a tenista russa.

Sharapova, que tinha sido inicialmente suspensa por dois anos, revelou, numa mensagem publicada na rede social Facebook, que voltará aos 'courts' em abril do próximo ano e que está já "a contar os dias" para que isso aconteça.

Hoje, após recurso, o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), reduziu de dois anos para 15 meses a suspensão imposta à tenista pela Federação Internacional de Ténis (ITF) a 08 de junho, por ter acusado no último Open da Austrália meldonium.

Trata-se de uma substância que passou a integrar a lista de substâncias dopantes desde 1 de janeiro.

No seu veredicto o TAS considera que Sharapova "cometeu uma violação das regras 'antidoping'", mas sem que tenha sido uma infração significativa, razão pela qual considera que "a sanção de 15 meses é adequada".

A tenista, medalha de prata nos Jogos Olímpicos Londres'2012, ficou impedida de disputar o Rio'2016, tal como todo o atletismo russo, na sequência de uma investigação que revelou a existência de um sistema generalizado de doping, com apoio estatal.

A 7 de março, Sharapova tinha anunciado, em Los Angeles, Estados Unidos, que tinha acusado 'meldonium', substância de um medicamento que costumava utilizar há algum tempo, admitindo desconhecimento que tinha passado a ser proibido em janeiro.

A tenista defendeu então que tomava 'meldonium' há dez anos, devido a problemas cardíacos e deficiência de magnésio e que desconhecia que o produto tivesse passado a constar, a 01 de janeiro, da lista de substâncias proibidas.


Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas