Del Potro perde bilhete para o Masters

E deixa a última vaga em aberto

O tenista argentino Juan Martín del Potro perdeu o bilhete para as ATP World Tour Finals, ao cair em três sets diante do norte-americano John Isner, nos quartos de final do Masters 1.000 de Paris.

O regresso do popular Delpo à competição que reúne os oito melhores tenistas da temporada estava dependente do seu triunfo frente ao 14.º jogador mundial, mas o argentino não conseguiu superar a última barreira entre si e o Masters, caindo com os parciais de 6-4, 6-7 (5-7) e 6-4, em duas horas e 11 minutos.

Autor de uma notável recuperação na fase final da temporada -- antes do US Open era apenas 47.º no ranking de apuramento para as ATP World Tour Finals -, Del Potro precisava de somar 20 pontos para ultrapassar Pablo Carreño Busta, que é o último virtual apurado.

Com a derrota do 17.º tenista do ranking ATP nos quartos do último Masters 1.000 da temporada, o campeão da última edição do Estoril Open continua a ser aquele que melhores hipóteses tem de rumar a Londres.

Só os norte-americanos John Isner e Jack Sock, que defronta hoje o espanhol Fernando Verdasco, podem impedir Carreño Busta de assegurar a última vaga, estando ambos obrigados a ganhar o torneio parisiense para roubarem o lugar ao espanhol.

As ATP World Tour Finals, também conhecidas como Masters, vão reunir os oito melhores tenistas da temporada entre 12 e 19 de novembro, na O2 Arena, em Londres.

Já apurados, estão o espanhol Rafael Nadal, o suíço Roger Federer, o alemão Alexander Zverev, o austríaco Dominic Thiem, o croata Marin Cilic, o búlgaro Grigor Dimitrov e David Goffin.

O belga, de 26 anos, tornou-se, na quinta-feira, o primeiro belga nos 48 anos da história do Masters a qualificar-se para o torneio.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.