Dimitrov e a dura batalha contra a Covid-19: «É natural que te passem muitas coisas pela cabeça»

Tenista búlgaro confessa debilidades após infeção do coronavírus

• Foto: Instagram Grigor Dimitrov

Grigor Dimitrov já regressou à competição após o difícil período de recuperação da Covid-19 mas reconhece não estar a 100% das suas capacidades.

"Claramente não estou preparado para competir ao mais alto nível neste momento. O movimento está a melhorar, mas não está fácil recuperar. Alguns dias posso jogar durante horas e noutros preciso de parar completamente", afirmou o tenista no rescaldo do jogo com Feliciano López, a contar para o Ultimate Tennis Showdown.

E prosseguiu: "O coronavírus foi duro para mim, tive de ficar em casa aproxidamente um mês. Não respirava nem me sentia bem. Estava cansado e tinha todos esses sintomas como a perda do olfato e de gosto. Claramente que não foi divertido."

"Não importa o quanto ter sintas forte emocionalmente. Como pessoa, atleta ou o que seja é inevitável ter alguns maus pensamentos, pelo que também tive de lidar com isso. Ao estares sozinho durante 20 dias, é natural que te passem muitas coisas pela cabeça", frisou.

O tenista búlgaro deixou ainda um alerta sobre a gravidade da doença e como deverá ser encarada. "Isto é real, se todos tomarmos as precauções adequadas e estivermos seguros, as coisas melhoram mais rápido", considerou.

Dimitrov tinha sido testado como positivo durante a realização do Adria Tour, organizado por Novak Djokovic, que obrigou ao período de isolamento no Mónaco.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.