Em casa manda o rei Federer

Suíço melhora e está nos ‘quartos’ em Basileia. Já soma 17 vitórias seguidas na sua cidade

• Foto: EPA

Fora da luta pela liderança do ranking mundial depois de uma segunda metade de 2018 abaixo das expectativas, Roger Federer tem agora como principal objetivo para esta temporada tornar-se o segundo jogador da história (depois de Connors) a chegar aos 100 títulos ATP de singulares. Ontem, na sua cidade natal, Federer, agora no terceiro posto do ranking, aproximou-se do 99º troféu ao garantir um lugar nos quartos-de-final do ATP 500 de Basileia, prova que ganhou por oito vezes e na qual chegou à final nas suas últimas... 11 participações!

Federer melhorou o seu nível exibicional face à primeira ronda e derrotou o alemão Jan Lennard Struff (52º) por 6-3 e 7-5, marcando duelo nos ‘quartos’ de hoje com o francês Gilles Simon, antigo top 10 mundial.

Contas feitas, Federer soma agora 68 vitórias num torneio no qual foi apanha-bolas no início dos anos 90. Se conquistar um 9º título, iguala o seu recorde de troféus num evento (Halle, onde chegou ao 9º em 2017).

Mais polémica sobre a Davis

A reforma da Taça Davis voltou a ser assunto da conferência de imprensa de Roger Federer, depois de ontem o jornal ‘L’Equipe’ ter revelado que os jogadores de topo tinham enviado uma carta à ITF, informando de que tinham a intenção de boicotar a prova. O suíço de 37 anos negou que tenha sido um deles. "Se calhar já não sou um jogador de topo", brincou.

Entretanto, no ATP 500 de Viena, John Isner, 9º da corrida para Londres, perdeu na 2ª ronda com Gael Monfils (6-4 e 6-4) e hoje pode ser ultrapassado por Kei Nishikori (10º) caso este derrote Dominic Thiem (8º) nos quartos-de-final da prova austríaca.

Por José Morgado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.