Favoritos acompanham Djokovic até aos oitavos de final do US Open

Daniil Medvedev também carimbou a passagem ao grupo dos 16 finalistas

• Foto: Reuters

O sérvio Novak Djokovic, número um mundial, deu mais um passo rumo à defesa do título do US Open, quarto 'major' da época, ao aceder na sexta-feira aos oitavos de final, à semelhança do russo Daniil Medvedev.

Naquele que foi o terceiro encontro disputado com o norte-americano Denis Kudla, que figura no 111.º posto do 'ranking' ATP, Djokovic ampliou a vantagem no confronto direto para 3-0, ao triunfar no Arthur Ashe Stadium em três 'sets', com parciais de 6-3, 6-4 e 6-2.

"Estou muito satisfeito com a forma como correu", reconheceu ainda em 'court' o detentor de 16 títulos do 'Grand Slam', três dos quais conquistados em Flushing Meadows, depois de salvar sete 'break points' e converter as quatro oportunidades de quebra de serviço, disparando 34 'winners'.

Enquanto Kudla disputou pela primeira vez a terceira ronda do US Open, Djokovic, de 32 anos, assegurava a sua 72.ª vitória em Nova Iorque e um próximo encontro com o suíço Stan Wawrinka, que havia batido na sessão diurna o italiano Paolo Lorenzi (135.º ATP), por 6-4, 7-6 (11-9) e 7-6 (7-1), ao cabo de duas horas e 58 minutos.

"Tivemos grandes batalhas ao longo dos anos em todo o lado, mas especialmente aqui. Perdi com ele na última vez que jogámos neste 'court'. Ele é um tenista que tem um jogo muito forte e de qualidade. Ele é um bom rapaz. Treinamos juntos muitas vezes, por isso que ganhe o melhor", afirmou o sérvio que perdeu a final do US Open, em 2016, para Wawrinka, antigo número três mundial e atual 23.º colocado na hierarquia.

À semelhança de Djokovic e do suíço, o russo Daniil Medvedev também carimbou a passagem ao grupo dos 16 finalistas do US Open, no caso pela primeira vez na carreira. O jovem, de 23 anos, que na última semana se estreou no quinto lugar do 'ranking', superou o espanhol Feliciano Lopez (37.º do circuito) em quatro 'sets', por 7-6 (7-1), 4-6, 7-6 (9-7) e 6-4.

Apesar de ter cedido uma partida, Medvedev assinou 55 'winners', incluindo 25 ases, para igualar o desempenho registado na última edição do Open da Austrália, onde acedeu pela primeira vez aos oitavos de final de um Grand Slam, e marcar encontro com o alemão Dominik Koepfer, o 'qualifier' que afastou georgiano Nikoloz Basilashvili, por 6-3, 7-6 (7-5), 4-6 e 6-1.

Na competição feminina, a ucraniana Elina Svitolina, terceira classificada na hierarquia WTA, nem precisou de uma hora no Louis Armstrong Stadium para eliminar a compatriota Dayana Yastemska (32.ª WTA), por 6-2 e 6-0. A próxima adversária de Svitolina será a norte-americana Madison Keys (10.ª), que superou a compatriota Sofia Kenin (20.ª) em dois 'sets', por 6-3 e 7-5, para assegurar a continuidade em prova.

Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.