Federer em novo ataque ao 100.º título

Ainda que enferrujado, Federer entrou a ganhar no Dubai, onde tenta mais um registo histórico

• Foto: Reuters

Roger Federer, de 37 anos, entrou ontem com uma vitória no ATP 500 do Dubai, onde está à procura (mais uma vez) do 100º título da sua carreira profissional.

Desde que chegou ao 99º troféu (em outubro de 2018) esta é, em teoria, a melhor chance que o helvético tem para atingir o título 100. É que o suíço é o segundo cabeça-de-série da prova (só Kei Nishikori – um lugar à sua frente – tem melhor ranking) e já ganhou este torneio... por sete vezes.

Ontem, Federer nem jogou grande coisa, mostrando alguma ferrugem após cinco semanas sem competir, mas o que fez chegou e sobrou para somar uma 14ª vitória em 14 encontros diante do alemão Philipp Kohlschreiber (31º ATP), por 6-4, 3-6 e 6-1, em 1h35.

"Adoro este torneio. Passo muito tempo no Dubai, faço aqui todas as minhas pré-temporadas e ando à vontade de carro nesta cidade. Conheço as estradas", brincou Federer, antes de relembrar os seus sete títulos nos Emirados. "Venci aqui sete vezes e gostava muito de somar um oitavo troféu. O nº 8 é o meu preferido: nasci no dia oito do oito [8 de agosto] de 1981. É um número muito presente na minha vida", assume Federer, que vai defrontar Fernando Verdasco (32º) na segunda ronda.

Reforma? Não!

Roger Federer recusou que a sua intenção de jogar em terra batida em 2019 seja uma espécie de despedida: "Nada disso! Não penso em retirar-me, mas entendi que seria a opção certa. Este ano não posso parar tanto..."

Por José Morgado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.