Federer enaltece Andy Murray

Deixou antever grandes duelos para 2017

• Foto: Reuters

Roger Federer deixou antever grandes duelos para 2017 entre Novak Djokovic e Andy Murray pela liderança do ranking mundial, depois de o britânico ter destronado o sérvio na parte final da temporada.

O detentor do maior número de títulos (17) em torneios do Grand Slam enalteceu o comportamento de Murray na segunda parte do ano, depois de o primeiro semestre ter sido dominado pelo sérvio.

"Fiquei muito surpreendido, porque quando um jogador começa a temporada da forma como o Novak o fez, alcançando o seu sonho ao vencer Roland Garros e o quarto Grand Slam consecutivo, ninguém no Mundo, nem mesmo os jogadores, pensaram que outra pessoa poderia acabar o ano como nº 1", disse Federer numa entrevista ao ‘New York Times’.

"Mas vamos ser sinceros: o Novak , na verdade, não jogou mal na segunda metade do ano. Venceu em Toronto, chegou a finais em outros torneios. Parecia ser suficiente. O que ele fez foi algo extraordinário, mas o Murray foi capaz de responder à altura e, por isso, tiro o meu chapéu", considerou o helvético, antigo nº 1 ATP.

Federer (35 anos e 16º ATP) não joga desde Wimbledon e vai regressar à competição na Taça Hopman, em Perth, Austrália, que se disputa entre 1 e 7 de janeiro.

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0