Federer vai a Roterdão e pode recuperar liderança do ranking

Pode torna-se o mais velho número um de sempre

• Foto: Reuters

O suíço Roger Federer, atualmente segundo do ranking mundial, anunciou esta quarta-feira que vai participar no torneio ATP de Roterdão, que começa segunda-feira e lhe dará a liderança da tabela se for pelo menos semifinalista.

O tenista helvético, que no Open da Austrália conquistou o 20.º Grand Slam da carreira, está a apenas 155 pontos de Rafael Nadal, sendo que o espanhol não vai competir na próxima semana.

Se chegar mesmo ao topo do ranking, será um regresso após mais de cinco anos - a última vez foi em outubro de 2012 - e torna-se o mais velho número um de sempre: tem 36 anos e o atual máximo está nos 33 anos do norte-americano Andre Agassi.

Por outro lado, dilatará o recorde de número de semanas em primeiro, que já lhe pertence, com 302.

"Lembro-me de ter jogado pela primeira vez em Roterdão em 1999, foi um dos primeiros torneios onde joguei ao mais alto nível. É bom participar nas festividades da 45.ª edição", escreveu o tenista no seu site oficial. Habitualmente, Federer já não joga torneios ATP deste nível - Roterdão é um ATP-500 apenas -, mas, desta vez, decidiu aceitar um convite da organização.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.