França sem Monfils e Tsonga na visita ao Japão para a Taça Davis

Yannick Noah explicou ausência dos dois melhores jogadores

• Foto: EPA
A França vai defrontar o Japão na primeira ronda do Grupo Mundial da Taça Davis sem os dois melhores jogadores, Gael Monfils e Jo-Wilfried Tsonga, anunciou esta terça-feira o capitão da equipa gaulesa, Yannick Noah.

Noah não chamou o número um francês, sexto do ranking mundial, para "proteger a equipa", por entender que Monfils "continua focado nos objetivos pessoais", enquanto Tsonga, 12.º, pediu dispensa "por motivos familiares", já que a mulher está na fase final da gravidez.

Sobre Monfils, Yannick Noah não escondeu que existe atualmente uma relação tensa com o jogador, sublinhando que o número um gaulês "precisa provar que está realmente motivado" com a Taça Davis.

Em setembro do ano passado, Noah deixou duras críticas a Monfils por o jogador ter abdicado à última hora de disputar as meias-finais da Taça Davis com a Croácia, que viria a apurar-se para a final, na qual foi derrotada pela Argentina.

Antes, Monfils tinha criticado Noah por ter escolhido a distante Guadalupe, nas Caraíbas, para a França receber o Canadá na primeira ronda do mesmo Grupo Mundial.

"[Monfils] Teve a sua melhor época o ano passado, mas disputou apenas um encontro em Guadalupe. Nos quartos de final, não estava em condições físicas, mas na semana seguinte venceu um torneio. Depois, alegou que não podia disputar as meias-finais após ter chegado à mesma fase do Open dos Estados Unidos", explicou Noah.

Com as ausências de Monfils e Tsonga, a França viaja para o Japão com Richard Gasquet, 18.º do ranking mundial, Gilles Simon, 25.º, Nicolas Mahut 41.º e Pierre-Hugues Herbert, 73.º.

O número um japonês, Kei Nishikori, quinto do circuito, também pediu dispensa da seleção nipónica, alegando um calendário sobrecarregado.
Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas