Ministro russo solidário com Maria Sharapova

Quer tenista de regresso aos courts rapidamente

• Foto: EPA

O ministro russo dos Desportos, Vitaly Mutko, manifestou-se esta terça-feira solidário com Maria Sharapova, que acusou positivo num controlo antidoping durante o Open da Austrália, esperando poder assistir ao regresso da tenista russa aos courts.

"Estou desolado por 'Masha'. Espero que a possamos voltar a ver nos courts de ténis e estamos preparados para a apoiar", disse Mutko à agência noticiosa russa TASS.

A tenista, de 28 anos, revelou na segunda-feira que teve um controlo positivo a meldonium, uma substância que toma desde 2006 que se tornou proibida em janeiro, assumindo que não tinha visto a lista atualizada de produtos proibidos.

De acordo com a Federação Internacional de Ténis (ITF), a russa foi controlada a 26 de janeiro no Open da Austrália, num teste que revelou a presença do produto proibido, o que já levou a Nike e a TAG Heuer a anunciar a suspensão do relacionamento com Sharapova.

Segundo a ITF, por a substância estar entre as proibidas pela Agência Mundial Antidopagem e pelo seu próprio programa antidoping, Maria Sharapova será suspensa preventivamente a partir de 12 de março, até que o caso esteja resolvido.

A russa, que venceu cinco torneios do Grand Slam, foi eliminada nos quartos de final do Open da Austrália, que se disputou no final de janeiro.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.