Mundiais de Veteranos: Cinco Seleções Nacionais vencem no segundo dia

Jogos decorrem em Lisboa, Oeiras e Cascais

Cinco seleções nacionais entre as seis que estão a disputar o ITF Seniors World Team Championships – o Campeonato do Mundo de Veteranos por Equipas da Federação Internacional de Ténis – obtiveram hoje (segunda-feira) importantes vitórias.
 
Depois de uma primeira jornada em que houve apenas dois encontros ganhos por portugueses, neste segundo dia houve, nada mais, nada menos, do que 13 encontros em que triunfaram atletas nacionais.
 
«Ontem apanhámos logo de entrada com as equipas mais difíceis, mas hoje já conseguimos grandes vitórias», disse Vasco Costa, o presidente da Federação Portuguesa de Ténis, entidade organizadora dos Mundiais até ao próximo dia 17 em Lisboa, Oeiras e Cascais, sendo que o campeonato por equipas termina a 9, jogando-se os individuais na semana seguinte.
 
A única seleção nacional que saiu hoje derrotada foi a feminina de mais de 50 anos, no Clube de Ténis do Estoril, frente à Itália, uma antiga vice-campeã mundial, por 3-0.
 
De resto, no CIF (Restelo), a equipa masculina de mais de 50 anos esteve imperial diante da Noruega (3-0), não cedendo qualquer set. No Estádio Nacional, a formação feminina de mais de 55 anos também triunfou por 3-0 sobre a Nova Zelândia, exatamente o mesmo resultado do sucesso do conjunto masculino de mais de 55 anos sobre a Irlanda. Já pelo resultado de 2-1 triunfaram as seleções feminina e masculina de mais de 60 anos.
 
Como comentou jocosamente Nuno Santos Costa, um funcionário da FPT, «no dia 5 de agosto, Portugal somou cinco vitórias», ao que Manuel de Sousa (o popular "Manecas", um antigo jogador da Taça Davis) acrescentou «um dia depois dos 5-0» em alusão à Supertaça de futebol.
 
Como algumas equipas portuguesas estão inseridas em grupos de três nações e já jogaram duas vezes, é possível começar a fazer algumas contas.
 
No Grupo-D da Maureen Connolly Cup (Femininos +55) Portugal está no 2.º lugar e deverá mantê-lo. Amanhã (terça-feira) já não joga mas espera pelo confronto entre a Austrália e a Nova Zelândia. Prevê-se uma vitória australiana e se assim for Portugal mantém o 2.º lugar e na segunda fase irá lutar pelas posições do 7.º ao 10.º posto.
 
No Grupo-E da Austria Cup (masculinos +55) Portugal também deverá assegurar o 2.º lugar, pois é provável que os Estados Unidos vençam o grupo. Nesse caso, Portugal irá, na segunda fase, disputar as posições do 8.º ao 14.º lugar.
 
Há ainda duas seleções nacionais em grupos de quatro nações que começam também a ver o seu futuro mais definido.
 
No Grupo-F da Maria Esther Bueno Cup (femininos +50 anos) Portugal, com duas derrotas, vai defrontar a Argentina (que também só soma desaires) para decidir os 3.º e 4.º lugares.
 
No Grupo G da Von Cramm Cup (masculinos +60 anos) Portugal defronta a Suécia para discutir o 2.º lugar, uma vez que a Espanha deverá vencer esta "poule".
 
Finalmente, na Alice Marble Cup (femininos +60) e na Fred Perry Cup (masculinos +50), Portugal estreou-se hoje com vitórias, pelo que, em teoria, ainda pode lutar pelo primeiro lugar nos respetivos grupos.
 
Resultados completos das seleções nacionais
 
Os resultados completos das seleções nacionais na segunda jornada do Mundial de equipas foram os seguintes:
 
Femininos +60: Portugal-Nova Zelândia, 2-1. Conceição Novo-Jill Gordon, 7-5, 7-5; Isabel Cunha de Eça-Penny Smith, 6-1, 6-2; Marietta Duffy-Burgess/Penny Smith-Carmo Santos/Margarida Araújo, 6-0, 6-1.
 
Masculinos +60: Portugal-Dinamarca, 2-1. Vítor Pereira-Jesper Clausen, 6-2, 6-2; Karsten Bessmann-José Alberto Pereira, 6-4, 6-1; Manuel de Sousa/Vítor Pereira-Karsten Bessmann/Bo Marburger, 6-2, 6-4.
 
Femininos +55: Portugal-Nova Zelândia, 3-0. Isabel Costa-Leona Davis-Kaye, 6-0, 6-2; Luísa Gouveia-Karen Cranston, 6-1, 6-1; Conceição Vinha/Paula Zoio-Jane Geldard/Delwyn Guilford, 3-6, 7-5, 6-3.
 
Masculinos +55 anos: Portugal-Irlanda, 3-0. João Freitas-Neil Wilson, 6-4, 4-6 e 6-4; Paulo Travassos-Mark Milligan, 6-1, 6-1; Jorge Almeida/Sotero Rebelo-William Guiry/Michael Waldron, 6-7 (4/7), 6-3, 6-4.
 
Femininos +50 anos: Itália-Portugal, 3-0. Elena Scola-Deolinda Duarte, 6-1, 6-1; Simona Isidori-Paula Silvestre, 6-1, 6-1; Katy Agnelli/Maria Antonieta Trupia-Paula Falcão/Isabel Pinto, 6-1, 6-3.
 
Masculinos +50 anos: Portugal-Noruega, 3-0. Pedro Martins-Petter Svendsen, 6-2, 6-0; Nuno Delfino-Ole Henaes, 6-3, 6-2; Vasco Graça/Nuno Mota-Tormod Naess/Ole Henaes, 6-2, 6-1.
 
Amanhã (terça-feira, continua a fase de grupos, de todos contra todos, de novo com início às 8h30. Portugal joga com a Suécia no court n.º1 do Jamor (M +60), e com a Austrália (F +60) no court central. No Estoril defronta a Argentina (F +50) no court n.º3 às 9h30. No CIF, também às 9h30, mede forças com a França (M +50).
 
Na conta de Facebook do torneio (https://www.facebook.com/ITFSeniorsWorldTennisChampionshipsPortugal2019/) há entrevistas em vídeo com vários capitães e jogadores das seleções nacionais, bem como de alguns estrangeiros, com grande destaque para Francisco Clavet, o espanhol que por duas vezes foi finalista do Estoril Open, perdendo essas finais com Alex Corretja e Carlos Moyá. O simpático "Pato" está a competir no Mundial.
 
Para resultados completos das largas dezenas de encontros a decorrer e para a ordem de jogos do dia seguinte deverá consultar-se o site: https://www.itftennis.com/seniors/world-team-champs/seniors/itf-seniors-world-team-championships.aspx

Por Hugo Ribeiro
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.