Mundiais de Veteranos: Portugueses começam bem no individual com 49 países

Manuel Coelho da Silva e Rui Marques competiram no CIF e passaram qualificação. Isabel Pinto e João Parreira jogaram o quadro principal no Estádio Nacional

Poucas horas depois de terem terminado os 39.º Campeonatos do Mundo de Seniores por Equipas, já estavam a arrancar em Portugal os Campeonatos do Mundo de Seniores Individuais, no Estádio Nacional, em Oeiras, e no CIF, em Lisboa, de novo sob a organização da Federação Portuguesa de Ténis (FPT).
 
«O balanço do Campeonato por Equipas que terminou é bastante positivo. As pessoas têm gostado muito do ambiente dos três complexos e clubes onde estivemos a jogar. No que se refere à nossa participação, foi a primeira vez que reunimos seleções nacionais e, para ser uma primeira participação, tiveram um desempenho bastante positivo. A FPT tem, hoje em dia, capacidade para organizar eventos de qualidade. Por exemplo, na Taça Davis que realizámos aqui, no Jamor, com a Alemanha, fomos premiados pela ITF pela qualidade organizativa. Agora estamos prontos para o Mundial Individual», congratulou-se o presidente da FPT, Vasco Costa.
 
Falando desse Mundial Individual, segundo a Federação Internacional de Ténis, 583 atletas é um novo recorde de participação na prova desde que há uma década se separaram os Mundiais por escalões etários e foi criada esta competição destinada às categorias de mais de 50, 55 e 60 anos, de ambos os géneros.
 
Se na semana passada estiveram em Portugal 130 seleções de 32 países, esta semana esses números cresceram para os tais 583 jogadores em representação de 49 países.
 
Um gigantismo inédito em torneios realizados em Portugal, que tem-se revelado um desafio para o juiz-árbitro Marco Romão e para a equipa que a ITF trouxe a Portugal, com quadros de singulares femininos e masculinos, pares femininos, pares masculinos, pares mistos, com qualificações, em consolações!
 
Hoje (Sábado), no CIF, no Restelo, jogaram-se as qualificações do torneio masculino de +60, com cinco portugueses e dois deles passaram ao quadro principal: Rui Marques e Manuel Coelho da Silva, que tiveram de vencer dois encontros num dia, com a curiosidade de Rui Marques vencer os dois encontros por 6-0 e 6-0 e de Manuel Coelho da Silva ser membro da Direção da FPT.
 
Pelo caminho, na fase de qualificação, ficaram António Serrano, Carlos Serrano e Joaquim Ferreira da Costa.
 
Portugal iniciou estes Mundiais Individuais com um total de 36 portugueses, incluindo os do ‘qualifying’, e dois deles já passaram a primeira ronda de singulares de quadros principais: Isabel Pinto e João Carlos Parreira.
 
A campeã nacional de veteranos, Isabel Pinto, sem classificação internacional, compete em +50 e obteve uma boa vitóriasobre a alemã Kerstin Peick, a 62.ª tenista mundial, por 5-7, 6-4 e 6-4.
 
Um encontro extenuante a abrir o programa no belo court central do Jamor, mas, mesmo assim, voltou ao court para emparceirar com Nuno Delfino e derrotar nos pares mistos de +50 a dupla francesa de Sophie Sorin e Emmanuel Sorin por 6-4 e 6-4.
 
Quanto a João Carlos Parreira compete nos +60 e desfeiteou o sueco Per Ostensson por 6-2 e 6-1.
 
Para resultados e ordens de jogos é favor consultar o site oficial da Federação Internacional de Ténis, no link: https://www.itftennis.com/seniors/tournaments/tournament/info.aspx?tournamentid=1100044903
 
Na conta de Facebook do torneio (https://www.facebook.com/ITFSeniorsWorldTennisChampionshipsPortugal2019/) há entrevistas em vídeo com vários capitães e jogadores e algumas informações detalhadas sobre os encontros.

Por Hugo Ribeiro
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.