Nick Kyrgios arrasa (quase) tudo e todos

Tenista australiano sempre em destaque

• Foto: USA TODAY Sports

Sem filtros, como sempre, Nick Kyrgios deu ontem uma entrevista em Roma, ao podcast ‘No Challenges Remaining’, do jornalista Ben Rothenberg, onde não poupou quase ninguém com as suas avaliações.

De Stan Wawrinka (a quem um dia disse em court que a sua namorada tinha tido relações com o seu melhor amigo) a Stefanos Tsitsipas (um jovem da sua geração que considera interessante... mas esquisito), acabou por ser Novak Djokovic o principal alvo. "Ele tem uma obsessão doentia por ser adorado. Quer ser como o Federer. Eu sinto que quer tanto ser adorado que se torna um pouco ‘vergonha alheia’. É uma lenda, provavelmente vai passar o Roger Federer em Grand Slams, mas não consigo aguentá-lo, nunca será o melhor de sempre. Lamento, mas já joguei com os três [incluindo Nadal] e se não me consegues ganhar, não podes ser o melhor de sempre. Aquilo que treino é zero comparado com ele", disparou o tenista que lidera o confronto direto diante de Nole por 2-0.

Nadal também não ‘escapou’. "É muito simpático menos quando perde, aí muda completamente e acusa-me logo de tudo. O tio dele já me disse que me falta educação. Andei 12 anos na escola", lembrou.

Federer só merece elogios. "É o melhor de todos os tempos e tem um talento anormal. É incrível o que ele faz. Todos os miúdos querem jogar como ele", assegura.

Por José Morgado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas