Record

Novo ciclo de João Sousa

depois de perder em três sets frente ao britânico andy murray

Novo ciclo de João Sousa
Novo ciclo de João Sousa

Apesar de Andy Murray ter impedido João Sousa de em Melbourne se tornar no primeiro português a chegar a uma 4.ª ronda em torneios do Grand Slam, derrotando-o por 6-1, 6-1 e 7-5 em 2h06, o vimaranense continua em contraciclo com o ténis nacional e é o único que dá garantias de chegar às 10 vitórias em encontros em Majors.

Os triunfos frente ao australiano Jordan Thompson e ao eslovaco Martin Klizan colocam Sousa (55.º na lista ATP) com 7 vitórias no registo entre portugueses nas quatro etapas dos torneios do Grand Slam. O regresso ao top 50 (será 49.º após o open australiano) e as boas indicações deixadas em singulares – competiu ao lado de Santiago Giraldo na última madrugada em pares frente aos franceses Julien Benneteau e Edouard Roger-Vasselin – permitem concluir que Sousa poderá cumprir os seus objetivos em 2015: ganhar um torneio ATP e aproximar-se do top 20 do ranking mundial.

As palavras de Andy Murray, que considerou Sousa um duro oponente, que nunca vira a cara à luta, vão nesse sentido, enaltecendo a atitude do n.º 1 nacional que, apesar de estar a perder por 4-1 no 3.º set, nivelou o ritmo do encontro. Murray, n.º 6 na hierarquia mundial, vai agora defrontar o búlgaro Grigor Dimitrov, que o derrotou o ano passado nos quartos-de-final em Wimbledon.

“Obviamente não estou contente com o resultado, podia ter feito muito melhor, mas as coisas são assim. Há que ter confiança”, referiu Sousa, que averbou a quarta derrota frente ao escocês, campeão olímpico em Londres’12 e vencedor de Wimbledon em 2013. Depois da Austrália segue-se o regresso à Europa em torneios em recinto coberto.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

M