Rafael Nadal vence Andrey Rublev na estreia nas ATP Finals

Serviço do tenista espanhol foi determinante para o desfecho do encontro

• Foto: Reuters

O tenista espanhol Rafael Nadal, número dois do 'ranking' mundial, venceu este domingo o estreante russo Andrey Rublev, 8.º da hierarquia, por 6-3 e 6-4, em encontro referente à jornada inaugural das ATP Finals, em Londres.

Em busca da vitória num torneio que nunca ganhou, Nadal, de 34 anos, fez-se valer do seu serviço poderoso para superar Rublev, de 23, sem sofrer qualquer quebra e quebrando o serviço do russo por duas vezes (uma em cada 'set'), aproximando-se de um lugar nas meias-finais.

No jogo inaugural do grupo Londres2020 das ATP Finals, o austríaco Dominic Thiem, de 27 anos, derrotou Stefanos Tsitsipas, de 22, e 'vingou' a derrota sofrida na final de 2019, na qual o grego se sagrou o mais jovem campeão da prova desde 2001.

Na O2 Arena, em Londres, Thiem, terceiro da hierarquia mundial e vencedor do US Open em setembro, impôs-se ao grego, sexto do 'ranking', pelos parciais de 7-6 (7-5), 4-6 e 6-3.

No ano passado, o austríaco, que conquistou nos Estados Unidos o seu primeiro 'Grand Slam', perdeu o título do torneio, que junta os oito melhores do mundo, para o grego, pelos parciais de 7-6 (8-6), 2-6 e 6-7 (4-7).

No grupo Tóquio1970, ficaram integrados o sérvio Novak Djokovic, líder da hierarquia, o russo Daniil Medvedev, quarto do 'ranking', o alemão Alexander Zverev, sétimo, e o argentino Diego Schwartzman, nono da classificação mundial, que conseguiu lugar na competição devido à ausência, por lesão, do suíço Roger Federer.

A competição, que decorre à porta fechada devido à pandemia de covid-19, marca o final da temporada.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.