Roger Federer na mira da ativista Greta Thunberg

Envolvimento do tenista suíço com o Credit Suisse criticado por ecologistas

• Foto: USA Today Sports

Roger Federer 'ganhou' uma adversária de peso nas redes sociais, devido ao seu envolvimento com a instituição financeira suíça Credit Suisse. Nada mais do que Greta Thunberg, jovem sueca, que saiu em defesa dos ativistas do meio ambiente. O tenista suíço, de 38 anos, é um dos embaixadores do banco, um dos que mais procura investir em companhias que exploram o combustível fóssil. Greta Thunberg garantiu, na publicação nas redes sociais, que a instituição financeira deixa mais de 7,8 mil milhões de euros por ano entre 40 empresas e instituições que contaminam o planeta.

Os protestos ganharam peso mediático em novembro de 2018, quando 12 jovens ativistas invadiram uma dependência bancária em Lausanne vestidos de jogadores de ténis, em protesto contra Roger Federer. Na passada terça-feira foram presentes a tribunal, após terem-se recusado pagar uma multa de 20 mil euros pela iniciativa. Nas redes sociais, os protestos mantêm-se vivos, com o hashtag #RogerWakeUpNow a contar agora com um reforço de peso. O objetivo da campanha passa por consciencializar o tenista a terminar o vínculo de patrocínio com o Credit Suisse.   

Por Francisco Laranjeira
4
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.