Roland Garros vai ter público mas será limitado a 60% da sua capacidade

Vinte mil pessoas podem assistir às primeiras rondas do torneio

A edição de 2020 de Roland Garros, reprogramada para decorrer entre 27 de setembro e 11 de outubro devido à pandemia covid-19, vai receber de 50 a 60% da sua lotação habitual, anunciou esta quinta-feira a Federação Francesa de Ténis (FFT).

"O número de espectadores admitidos no estádio será de entre os 50 e os 60% da capacidade habitual", indicou a FFT, assinalando que essa redução vai possibilitar que se respeitem as medidas de segurança sanitárias para evitar a propagação do novo coronavírus.

Os bilhetes, que serão colocados à venda a 16 de julho para o público em geral, vão permitir que 20.000 pessoas se desloquem a Roland Garros para assistir às primeiras rondas. O número de espectadores será limitado aos 10.000 para as finais.

Por Lusa

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0