Sem Michelle, seleção portuguesa da Fed Cup encara Grã-Bretanha em Tallinn

Maria João Koehler é a mais experiente do grupo

A Seleção portuguesa da Fed Cup entra esta quarta-feira em ação em Tallinn, na Estónia, para mais uma edição do Grupo 1 da Zona Europa/África da competição, onde tem marcado presença sem interrupções desde 2012. O primeiro rival é a Grã-Bretanha (e a ex-top 10 mundial Johanna Konta), a partir das 14 horas.

Sem Michelle Brito, nº 1 nacional, que optou por interromper uma série de 9 anos a representar a formação nacional, Maria João Koehler, ex-102ª WTA, assume o estatuto de tenista mais credenciada (e experiente): a portuense, 747ª WTA, vai representar as quinas nesta prova pela 8ª vez, sendo que a sua estreia na competição foi já... há 10 anos, com apenas 15 (mantém-se como a mais jovem internacional portuguesa da história). "Estou motivada e preparada, sabemos que temos uma tarefa muito dura e que não somos favoritas, mas tudo pode acontecer. É um privilégio jogar pelo meu país e sinto sempre uma ansiedade e nervosismo diferentes, pois é a única competição que não estamos ali só por nós. Tenho muito orgulho nesta equipa", confessou Koehler em declarações a Record.

À seis vezes campeã nacional juntam-se três tenistas mais jovens: Inês Murta (20 anos), Francisca Jorge, atual campeã nacional (17 anos) e Maria Inês Fonte (16 anos), que é a única estreante. Neuza Silva é a ‘capitã’.

Por José Morgado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.