Tenista australiano suspenso sete anos por resultados combinados

Nick Lindhal também foi multado em 33 mil euros

• Foto: Reuters

O australiano Nick Lindhal, que chegou a ocupar o 187.º lugar do ranking mundial, foi suspenso por sete anos e multado em 33.000 euros por resultados combinados, anunciou esta terça-feira a Unidade para a Integridade do Ténis (TIU).

Lindhal, de 28 anos, tinha arrumado as raquetas em 2013 e foi agora considerado culpado de ter combinado um resultado de um encontro e por se recusar a colaborar com a TIU, criada em 2008.

Por este mesmo motivo, o ex-tenista australiano tinha sido multado em 695 euros pela justiça australiana.

Segundo a TIU, Nick Lindhal perdeu propositadamente um encontro do torneio australiano de Toowoomba, do circuito ITF (terceiro escalão mundial), recusando posteriormente fornecer o número de telemóvel à comissão que investigou o caso.

Além da suspensão de sete anos, o jogador australiano ficará impedido, durante o mesmo período, de marcar presença em qualquer torneio de ténis.

No âmbito da mesma investigação foram implicados outros dois tenistas australianos, Brandon Walkin, de 22 anos, e Isaac Geada, de 28.

Walkin, 1.066.º do mundo, foi condenado a seis meses de suspensão, com pena suspensa, por ter proposto a Lindhal o 'arranjo' de um resultado.

Geada, 1.515.º da hierarquia, que já tinha cumprido um mês de suspensão, foi considerado culpado por não ter disponibilizado o seu contacto, embora a TIU não tenha decretado qualquer pena adicional.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.