Vasco Costa contente com sorteio da Taça Davis

Prioridade era evitar a Áustria

Vasco Costa, presidente da Federação Portuguesa de Ténis, admitiu esta quinta-feira que o sorteio da Taça Davis para 2017, que coloca Portugal no caminho de Suécia ou Israel, em casa, de 3 a 5 de fevereiro do próximo ano, foi "simpático", de olho no assumido objetivo de lutar pela subida ao Grupo Mundial.

"Não foi mau. A prioridade era evitar a Áustria, que era a mais forte das cabeças-de-série, ainda mais fora de casa. Talvez preferíssemos a Holanda em casa na segunda ronda, pois Eslováquia e Ucrânia têm valores semelhantes", confessou o dirigente sobre o sorteio que colocou Portugal no caminho da Ucrânia, também em casa, caso passe a primeira ronda.

Só no final de outubro é que Portugal conhece o nome definitivo do adversário, mas alguns locais para receber a eliminatória já estão em cima da mesa. "Já temos vários locais em mente para terra batida indoor, mas a decisão só será tomada mais tarde".

Por José Morgado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Ténis

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0