Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Carreño nas meias-finais do Estoril Open pelo quarto ano seguido

Espanhol bateu Nicolas Jarry

• Foto: LUSA
O tenista espanhol Pablo Carreño Busta, detentor do título, admitiu esta sexta-feira que as boas recordações do ano anterior lhe dão uma motivação extra para tentar voltar a vencer o Estoril Open.

"È muito especial jogar aqui em Portugal. É um torneio em que me sinto muito bem, que tenho um bom 'feeling' com o público. Sempre que entro neste campo tenho boas recordações e isso dá-me um pouco de motivação extra", assumiu o segundo cabeça de séria.

Vencedor em 2017 e finalista em 2016, Carreño Busta, 11.º do 'ranking' mundial, qualificou-se pela quarta vez consecutiva para as meias-finais do Estoril Open, ao vencer o chileno Nicolas Jarry, 65.º, por 6-2, 2-6, 6-1, em uma hora e 34 minutos.

"Foi um encontro muito difícil. O Nico fez muitos erros, mas no segundo 'set' entrou muito bem e não fez quase erros, dominou-me. A chave do encontro foi o terceiro 'set', em que entrei muito forte, a querer ganhar, a dar tudo e dizer-lhe que estava ali e que ele tinha de dar tudo para ganhar", assumiu.

Nas meias-finais, Carreño Busta vai defrontar o norte-americano Frances Tiafoe, 64.º da hierarquia mundial.

"[Tiafoe] Vai entrar com muita força para tentar vencer o encontro, mas também pode entrar um pouco nervoso e a cometer alguns erros a mais. Vou tentar usar a minha experiência para nos momentos importantes sobrepor e, sobretudo, jogar ao meu nível", referiu.
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Estoril Open

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M