Record

João Sousa faz história e vence o Estoril Open

Português derrota norte-americano Frances Tiafoe na final e, em lágrimas, dedica triunfo à mãe

- João Sousa recebe o troféu pelo seu primeiro título em terra batida e chovem confetis no court central.

- "Já estive nessa posição de vencido e sei o que sentes", começou por dizer João Sousa, em inglês, a Frances Tiafoe. "Queria agradecer à minha família e ao meu treinador Frederico Marques. É uma pessoa que está ao meu lado há muitos anos." 

- João Sousa vai receber o prémio, com a bandeira de Portugal à cintura. O prize-money pela vitória em singulares é quase 90 mil euros (89.435 euros).

- E canta-se de novo o hino, agora pela voz da fadista Kátia Guerreiro.

- "Tenho de dar os parabéns ao João, tens o país todo a apoiar-te. Sei o que isto significa para ele, para o treinador, para a família... Estou feliz por ele. Para mim foi uma boa semana, joguei bom ténis e espero voltar", disse o tenista norte-americano.

- Frances Tiafoe recebe o troféu finalista.

- O diretor do torneio, João Zilhão, fala ao público e procede aos agradecimentos da praxe; João Sousa está no banco e tem uma bandeira de Portugal a cobrir o saco das raquetas.

- Os pais de João Sousa entram em campo e abraçam o campeão.

É um momento histórico, João Sousa é o primeiro português a conquistar o Estoril Open. O tenista vimaranense revelou muita intensidade de jogo, fez uso da sua experiência e, empurrado pelo público, acabou por derrotar Frances Tiafoe. Sousa foi às lágrimas, agradeceu à família, à namorada, ao treinador e dedicou o triunfo à mãe. E voltou a ouvir-se o hino no Estoril...




6-4 -
João Sousa entra no ponto com uma direita explosiva, seguindo-se um amortie (30-0). E acaba por fechar sem dar grandes hipóteses ao norte-americano!

5-4 -
O norte-americano ainda acredita e reduz a desvantagem. João Sousa vai servir e sabe que não pode falhar...

5-3 -
Tiafoe pressiona a esquerda de João Sousa e chega aos 0-30; o português reduz para 15-30, mas norte-americano acaba por quebrar o seu serviço.

5-2 -
O norte-americano volta impor o seu serviço, com um jogo em branco.

5-1 -
João Sousa entra muito bem neste 6º jogo, chega a liderar por 40-0, comete um erro não forçado, mas acaba por fechar, com todo o mérito. 

4-1 -
Tiafoe consegue, finalmente, ganhar o seu jogo de serviço.

4-0 -
Sousa não desperdiça o seu jogo de serviço e fecha com um ás. Está motivado o tenista português...

3-0 -
Tiafoe entra mal no seu jogo de serviço (0-30) e tenta corrigir os erros com o seu potente 'saque' (30-30). Uma dupla falta e um erro não forçado colocam João Sousa com uma vantagem que parece difícil não dar em título... 

2-0 -
Jogo marcado por longas trocas de bolas, com João Sousa a dar sequência ao break de entrada.

1-0 -
Tiafoe começa bem o ponto (30-0), mas dois erros não forçados do norte-americano e um lob do português colocam Sousa na liderança. O norte-americano faz uma dupla falta e está consumado o break.

Começa o segundo set, com Tiafoe no serviço.

João Sousa está com muita confiança e já mostrou que tem ténis para anular os pontos fortes deste jogador norte-americano. A forma como fechou o set, anulando três pontos de break, é prova disso mesmo... Tiafoe é um jogador que serve bem e não dá nenhum ponto por perdido, mas o português está a jogar bem, não se deixa ir abaixo à primeira contrariedade e, empurrado pelo público, vai tentar garantir o título já no segundo set.

6-4 -
Tiafoe entra bem neste 10º jogo e chega a dispor de três pontos de break, mas Sousa anula-os e fecha o set com um bom serviço.

5-4 -
Tiafoe faz uso da sua melhor arma, o serviço, e impede o português de fechar o jogo. João Sousa vai servir a seguir para tentar fechar o set.


5-3
- Fantástico jogo do português, a fazer o melhor uso da sua direita. 

O recinto está lotado...


4-3 -
O melhor tenista português de sempre entra bem no jogo de serviço do jovem Tiafoe e chega aos 0-40 - dispõe de três pontos de break. Só à terceira oportunidade, com um smash, fecha o jogo e volta a ficar por cima no set.

3-3 -
João Sousa entra no jogo com confiança, não só no serviço como a arriscar nos amorties, chega a liderar por 30-0, mas três erros não forçados do português deixam o norte-americano com um ponto de break. Tiafoe fecha à primeira.

3-2 -
Frances Tiafoe fecha o seu jogo de serviço com um jogo em branco.

3-1 -
O português entra bem no seu jogo de serviço (30-0), mas Tiafoe consegue levar o jogo às vantagens. Sousa salva um break-point com um erro do norte-americano e fecha o jogo com uma bola de Tiafoe na rede.

Frances Tiafoe chega a esta final como líder no ranking dos ases do torneio, com 18; João Sousa é quarto, com 10.

Sousa em ação
2-1 - João Sousa chega a ter três break-points, mas Tiafoe anula-os com o seu potente serviço (a rondar os 200 km/h). Nas vantagens o português dispõe de mais dois pontos de break e acaba por conseguir ganhar o jogo. Quebra o serviço do norte-americano e fica por cima no set.

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, está nas bancadas.


1-1 -
João Sousa empata o set sem que o norte-americano tivesse feito qualquer ponto neste jogo.

0-1 -
O norte-americano entra bem no seu jogo de serviço, perde apenas um ponto, com uma dupla-falta.

Começa o encontro, com Tiafoe no serviço


15h41 - Terminou o aquecimento

15h35 - Os jogadores estão em exercícios de aquecimento.

15h32 - O court central do CT Estoril está lotado; o público canta espontaneamente o hino nacional.

15h31 - Os jogadores acabam de entrar em campo.

- Antes desta final aconteceu a atribuição do título de pares, ganho pelos britânicos Kyle Edmund e Cameron Norrie. 

- Para chegar à final o português deixou pelo caminho Daniil Medvedev (7-6 e 7-5), Pedro Sousa (6-3, 4-6 e 7-6), Kyle Edmund (6-3, 1-6 e 6-0) e Stefanos Tsitsipas (6-4, 1-6 e 7-6). O norte-americano bateu sucessivamente Tenys Sandgren (3-6, 7-6 e 7-6), Gilles Muller (6-4 e 7-5), Simeone Bolelli (7-5 e 6-2) e o campeão em título, Pablo Carreño Busta (6-2 e 6-3).

- João Sousa, de 29 anos, é 68º no ranking mundial; Tiafoe, de 20, ocupa o 64º lugar na hierarquia ATP.

- Trata-se da 10ª final ATP do melhor tenista português de sempre; Sousa tem dois títulos conquistados em Kuala Lumpur (2013) e Valência (2015).

- João Sousa é o segundo português de sempre a alcançar a final do único torneio ATP disputado em solo português, depois de Fred Gil, há oito anos, então organizado por João Lagos.

- Boa tarde, seja bem-vindo ao direto da final do Estoril Open que esta tarde, a partir das 15h30, vai colocar frente a frente João Sousa e o norte-americano Frances Tiafoe.
Por Isabel Dantas e José Morgado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Estoril Open

Notícias

Notícias Mais Vistas

M