Kevin Anderson desiste e Marin Cilic avança para as 'meias' do Estoril Open

Sul-africano abandonou após ceder o primeiro parcial. Segue-se Cameron Norrie para o croata

• Foto: Millennium Estoril Open
O tenista croata Marin Cilic garantiu esta sexta-feira a qualificação para as meias-finais do Estoril Open, ao beneficiar da desistência do sul-africano Kevin Anderson no Clube de Ténis do Estoril, nas quais vai defrontar o britânico Cameron Norrie.

No encontro mais aguardado dos quartos de final, Cilic, antigo número três mundial e atual 42.º colocado na hierarquia ATP, salvou um set point no tie-break e venceu o primeiro set, por 7-6 (9-7), antes de Kevin Anderson (105.º ATP) comunicar a sua desistência.

O antigo top 5 mundial e finalista de dois torneios do Grand Slam, Open dos Estados Unidos, em 2017 e Wimbledon, em 2018, tinha cedido o parcial inaugural ao fim de 58 minutos, quando se retirou com uma lesão no adutor esquerdo e entregou ao croata, de 32 anos, a passagem às meias-finais.

Depois do argentino Diego Schwartzman, que seria o único top 10 mundial presente (é nono no ranking), do espanhol Pablo Carreño-Busta, do búlgaro Grigor Dimitrov, dos franceses Gael Monfils e Benoît Paire, do italiano Fabio Fognini, do japonês Kei Nishikori, que nem chegaram a estrear-se na prova, e do gaulês Richard Gasquet, o sul-africano Kevin Anderson é o nono grande nome a desistir do Estoril Open, no caso dos últimos dois já durante a competição.

Marin Cilic, campeão do Open dos Estados Unidos, em 2014, por sua vez, vai defrontar na próxima fase o britânico Cameron Norrie (50.º ATP), que venceu o segundo cabeça de série, o chileno Cristian Garín (22.º ATP), em três sets, com os parciais de 3-6, 7-5 e 6-3.

Bem mais fácil foi o apuramento do espanhol Albert Ramos-Vinolas (46.º ATP) para as meias-finais, graças ao triunfo, por 6-4 e 6-3, sobre o francês Corentin Moutet (73.º ATP), responsável pela eliminação do canadiano e primeiro cabeça de série, Denis Shapovalov, nos oitavos de final.

Garantida a continuidade em prova, o próximo duelo de Ramos-Vinolas será com o compatriota Alejandro Davidovich Fokina (48.º ATP), que, após derrotar nos quartos de final o francês Ugo Humbert, por 6-4 e 6-3, assegurou o regresso às meias-finais do Estoril Open, depois de, em 2019, ter perdido diante o uruguaio Pablo Cuevas.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

Ultimas de Estoril Open

Notícias

Notícias Mais Vistas