Fognini atira-se ao árbitro e até Nadal e Federer são metidos ao barulho

Italiano discute com Carlos Bernardes por causa de um 'warning'

Fabio Fognini levou a cabo uma grande reviravolta na primeira ronda do Open da Austrália, mas o encontro do italiano frente ao norte-americano Reilly Opelka não foi isento de polémica.

O tenista transalpino acabou por vencer, com os parciais de 3-6, 6-7 (3), 6-4, 6-3 e 7-6 (5) - o 'duelo' começou segunda-feira e só foi concluído hoje, por causa da chuva -, mas envolveu-se numa confusão com o árbitro brasileiro, Carlos Bernardes.

A dada altura do encontro Fognini atirou a raqueta ao ar e socou-a (acabou por se lesionar na mão), tendo sido chamado a atenção pelo árbitro com um 'warning'. E não gostou. "És uma vergonha. Não podes tirar-me um ponto se não te estou a dizer que te f***. Se te tivesse dito isso, aí seria outra coisa. Ele [Reilly Opelka, o adversário] não pára de atirar a raqueta e de dizer f*** o tempo todo e não lhe dizes nada", exclamou, em italiano.

Carlos Bernardes pediu-lhe que falasse em inglês e Fognini respondeu-lhe novamente em italiano: "Dás-me pena". 

O tenista italiano já tinha pedido que os seus encontros não fosse ajuizados por este árbitro. "Não posso jogar com um árbitro que não me dá tranquilidade. Quando o Nadal pede [que determinado árbitro não esteja no seus encontros] acedem, quando o Fognini pede, dizem que não. Quando 'sua majestade [é assim o italiano que se refere a Roger Federer] pede, aceitam."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Open da Austrália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.