Roger Federer: «Estou desejoso que comece o torneio»

Campeão das últimas duas edições diz-se pronto para um inédito ‘tri’ consecutivo

• Foto: EPA

O Open da Austrália arrancou esta madrugada e alguns dos principais favoritos ao título entram em ação já nesta primeira jornada, como é o caso de Roger Federer, que pisa a Rod Laver Arena pela primeira vez em 2019 diante do usbeque Denis Istomin, por volta das 10 horas da manhã.

O suíço de 37 anos, campeão da prova por seis vezes, duas das quais em 2017 e 2018, vai tentar este ano algo que nem ele conseguiu na história do torneio: vencê-lo por três vezes seguidas.

"Jamais pensei em ganhar os últimos dois torneios aqui; por isso vamos ver o que acontece esta temporada. Estou desejoso que isto comece, pois sinto-me muito confiante e a jogar bom ténis", admitiu Federer, que recordou ainda quando Istomin eliminou Novak Djokovic neste torneio, em 2017. "Todos nos lembramos que há dois anos venceu o Novak aqui", alertou o helvético, que entra muito pressionado em termos de ranking. Caso perca antes das meias-finais, Federer já sabe que vai sair... do top 5.

Triste por Murray

Roger Federer também não evitou o tema do momento: o anúncio da retirada de Andy Murray, que hoje (8 horas) pode jogar o último encontro da sua carreira (ou pelo menos no Open da Austrália).

"Infelizmente, foi o corpo do Andy Murray que tomou a decisão por ele. Devem ter sido dois anos muito complicados para ele, saber que não estava a 100 por cento para competir. Fiquei desapontado, triste e um pouco chocado com as notícias. Espero que ele possa terminar da melhor maneira possível em Wimbledon. Para nós, que partilhamos o topo com ele há tantos anos, é complicado. É um excelente rapaz", confessou.

Por José Morgado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Open da Austrália

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.