Simona Halep: «Sonhei com este momento desde que comecei a jogar ténis»

Radiante com triunfo

Your browser doesn’t support HTML5 video

Simona Halep ergueu o troféu em Roland Garros
PUB

A tenista romena Simona Halep, que este sábado venceu a final de Roland Garros, primeiro 'Grand Slam' da carreira, disse que cumpriu "um sonho", após o encontro com a norte-americana Sloane Stephens.

Halep, que tinha perdido na terra batida parisiense as finais de 2014 e 2017 e também o jogo decisivo da edição 2018 do Open da Austrália, superou Stephens, 10.ª jogadora mundial, por 3-6, 6-4 e 6-1, em duas horas e três minutos.

A romena somou o sexto triunfo em oito jogos, e o quinto consecutivo, frente à norte-americana, que tinha vencido a única final do 'Grand Slam' disputada, no Open dos Estados Unidos de 2017.

À terceira, a líder do ranking mundial conseguiu vencer em Paris, depois dos desaires em 2014, para a russa Maria Sharapova, e em 2017, face à letã Jelena Ostapenko.

No derradeiro jogo da edição transata, Halep ganhou o primeiro 'set' e vencia por 3-0 antes de se deixar dominar pela letã, que não era pré-designada antes do torneio, em que entrou com apenas 20 anos.

"Tentei mesmo não repetir o que aconteceu o ano passado. É fantástico, nem consigo acreditar. Tenho sonhado com este momento desde que comecei a jogar ténis", afirmou a romena.

Sloane Stephens acabou por 'sofrer' dos mesmos problemas da romena em 2017, já que também liderava por um 'set' e um ponto de 'break' antes da reação da número 1 mundial.

Halep converteu cinco dos seis pontos de 'break' que teve durante o jogo, face a apenas três em seis de Stephens, que também cometeu mais erros não forçados (39) do que a romena (26).

"Para a Simona, muitos parabéns pelo primeiro 'Grand Slam'. Fica-te muito bem. Não há ninguém para quem prefira perder para lá da número 1, por isso muitos parabéns para ti e para a tua equipa", atirou a norte-americana, no final da cerimónia de entrega de prémios.

Halep tornou-se apenas a segunda mulher romena a vencer um 'Grand Slam' em singulares, depois de Virginia Ruzici, que pertence à sua equipa técnica, também ter vencido em Paris há 40 anos.

Depois de duas finais perdidas em Roland Garros, o primeiro título para a número 1, de 26 anos, até podia ter chegado no início da temporada 2018, no primeiro 'Grand Slam' da temporada, o Open da Austrália, mas Halep caiu perante a dinamarquesa Caroline Wozniacki por 6-7 (2-7), 6-3 e 4-6.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
PUB