Corretja elogia João Sousa

N.º 1 nacional joga hoje em Roland Garros e tem no antigo finalista da prova um grande fã

• Foto: DR

João Sousa, número 48 ATP e único português com entrada direta em Roland Garros, sobe hoje ao court pelas 17 horas para defrontar o argentino Guido Pella (81º) na 1ª ronda da prova, sob o olhar atento do espanhol Alex Corretja, ex-nº 2 ATP, finalista em Paris por duas vezes (1998 e 2001) e agora comentador no Eurosport.

"O João é um tremendo trabalhador, tem uma grande direita, trabalha muito bem de pernas, é agressivo e mete muita pressão aos seus adversários. Tem melhorado muito ao longo de toda a sua carreira e este ano, quando parecia que estava tudo mais difícil, foi muito importante para ele ganhar no Estoril", confessou o antigo selecionador espanhol da Taça Davis em conversa com Record.

O triunfo do minhoto no ATP português deixou o espanhol... emocionado. "Para mim foi uma alegria muito grande porque conheço-o muito bem e tenho muito carinho por ele. Ele merece todo o sucesso que tem porque já o vi trabalhar dentro e fora do court e é uma pessoa que se dedica muito àquilo que faz, pelo que todos os seus triunfos me deixam sempre muito emocionado", assegurou.

Em caso de vitória no encontro de hoje, Sousa poderá defrontar na 2ª ronda Rafa Nadal que, para Corretja, continua a ser o favorito indiscutível para o torneio. "No ano passado, Nadal jogou um torneio perfeito em Roland Garros, mas este ano chega melhor e depende 100 por cento dele neste torneio. Há outros favoritos, como Djokovic, Thiem, Zverev, Nishikori, mas diante de todos eles o Nadal depende sempre de si", referiu.

Corretja não acredita que a nova geração se imponha este ano em Paris: "Adoro o Shapovalov. É ar fresco, uma grande personalidade, ténis bonito, mas não creio que possa ganhar Roland Garros. Mas vai ser muito interessante. Coric vai ser duro de bater e depois há outros talentos..."

Por José Morgado
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Roland Garros

Notícias

Notícias Mais Vistas