Djokovic: «Thiem jogou bem nos momentos importantes»

Meia final foi discutida em quatro horas e 13 minutos e várias vezes interrompida

• Foto: Reuters

O tenista Dominic Thiem superou Novak Djokovic, número um mundial, para rumar à final de Roland Garros e reencontrar Rafael Nadal, com quem vai discutir o título em Paris, onde hoje a australiana Ashleigh Barty se sagrou campeã.

Numa meia final discutida em quatro horas e 13 minutos e que se prolongou por dois dias, devido à chuva, o austríaco e quatro colocado do ranking ATP eliminou o sérvio Novak Djokovic em cinco 'sets', por 6-2, 3-6, 7-5, 5-7 e 7-5, para assegurar a segunda presença consecutiva na final do segundo torneio do 'Grand Slam' da temporada.

Depois de a meia-final ter sido suspensa na sexta-feira, devido às más condições climatéricas, Thiem e Djokovic regressaram hoje ao 'court' Philippe Chatrier, quando o marcador registava 6-2, 3-6 e 3-1, para apurar o finalista e adversário de Rafael Nadal, que vai disputar a sua 12.ª final da carreira em Paris.

E no regresso ao pó de tijolo francês, o austríaco e vice-campeão de 2018 confirmou a vantagem da véspera e venceu o terceiro 'set', antes de cometer 19 erros não forçados no quarto parcial e permitir ao campeão de Roland Garros de 2016 fechar favoravelmente por 7-5.

Adiada a decisão para o quinto e derradeiro 'set', Dominic Thiem fez o 'break' no quarto jogo e chegou a estar 4-1, quando o encontro foi interrompido cerca de uma hora, devido à chuva. Novak Djokovic, no regresso ao 'court', ainda reduziu para 3-4 mas perdeu logo o seu jogo de serviço e, embora tivesse salvo dois 'match points' no 3-5 (favorável a Thiem), não conseguiu evitar o terceiro (no 5-6) e acabou por perder por 5-7.

"Ele jogou bem nos momentos importantes. Fez bons 'slices' e bons 'passing shots'. Houve muita vantagem em jogar num dos lados do 'court', devido ao vento. Há sempre um risco quando se defronta um dos melhores do mundo. No último jogo estava 30-15 para mim, mas ele jogou as pancadas certas, colocou-me em dificuldades, abrindo bem os ângulos, e venceu", elogiou Djokovic, assegurando terem sido "as piores condições" em que já jogou.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Roland Garros

Notícias

Notícias Mais Vistas