Naomi Osaka abandona Roland Garros

Tenista já tinha explicado que não se sentia bem nas conferências e a organização já a tinha ameaçado com a exclusão por faltar às mesmas

• Foto: Reuters

Naomi Osaka anunciou a sua desistência do torneio de Roland Garros, ao cabo da 2.ª ronda da prova. A decisão da número 2 do Mundo vem na sequência da multa e ameaça de desqualificação da prova por faltar às conferências de imprensa. Uma ausência que a tenista japonesa já tinha explicado com as dificuldades que tem em lidar com a imprensa e com a depressão e ansiedade que vem sofrendo desde o US Open.

"Acredito que o melhor para o torneio, para os outros jogadores e para o meu bem-estar é que eu me retire da prova, para que todos possam de novo concentrar-se no ténis que se joga em Paris. (...) Não sou uma oradora pública e sofro ataques de ansiedade antes de falar com os meios de comunicação", disse Osaka através do Twitter.

Recorde-se que Naomi havia sido multada no domingo em 15 000 dólares (cerca de 12 000 euros) por não comparecer à conferência de imprensa em Roland Garros, arriscando na altura a exclusão do torneio francês se reincidisse, como informou a organização. Ainda nesse comunicado, também subscrito pelas direções dos outros Grand Slam - Wimbledon, Open da Austrália e Open dos Estados Unidos -, a organização do torneio parisiense pedia à tenista para rever a sua posição e revelava ter tentado, sem sucesso, falar com Naomi Osaka sobre o tema da saúde mental.

"Qualquer pessoa que me conheça sabe que sou introvertida e quem estiver nos torneios terá reparado que eu uso headphones regularmente, que me ajudam a lidar com a ansiedade", acrescentou a jogador nipónica naquela rede social.

Por Record
5
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Roland Garros

Notícias

Notícias Mais Vistas