Nadal marca encontro com Thiem e Serena derruba Kanepi

Garantiram a qualificação para os quartos de final do US Open

• Foto: EPA
PUB

O espanhol Rafael Nadal e a norte-americana Serena Williams garantiram este domingo a qualificação para os quartos de final do US Open, último 'major' da temporada, numa jornada em que ambos chegaram a vacilar.

Número um mundial, Rafael Nadal voltou a sofrer no Arthur Ashe Stadium, à semelhança do sucedido na terceira ronda frente a Karen Khachanov, para regressar aos quartos de final do US Open, desta feita vencendo Nikoloz Basilashvili pelos parciais de 6-3, 6-3, 6-7 (8-6) e 6-4.

Depois de só ter feito um jogo no único encontro entre os dois, na terceira ronda de Roland Garros em 2017, o tenista natural da Geórgia e 37.º do 'ranking' ATP conseguiu desta vez levar o adversário a quatro 'sets'.

Basilashvili, de 26 anos, ainda concretizou 56 'winners' e oito 'ases', mas os 59 erros não forçados foram fatais para o tricampeão do US Open 'selar' o triunfo, com o registo de 30 'winners' e apenas 19 erros não forçados, seguindo para a fase seguinte, na qual vai defrontar o austríaco Dominic Thiem.

No confronto direto, Nadal, que procura o 18.º título do 'Grand Slam', detém vantagem sobre o austríaco (7-3), mas os dois só se defrontaram em terra batida, sendo que o último embate foi na final de Roland Garros.

Ainda antes de o maiorquino afastar Basilashvili, contudo, já Dominic Thiem havia eliminado o finalista do ano passado Kevin Anderson, por 7-5, 6-2 e 7-6 (7-2), em duas horas e 37 minutos, para festejar o seu 25.º aniversário de véspera.

Depois de perder os primeiros seis encontros da carreira contra o sul-africano, um dos quais na terceira ronda do US open em 2015, Thiem (9.º ATP) venceu no Masters 1.000 de Madrid este ano e o encontro de hoje para igualar o seu melhor resultado no 'Grand Slam', alcançado nos quartos de final de Roland Garros.

Serena aguentou-se

Na competição feminina, a antiga número um mundial Serena Williams 'tremeu', mas não caiu ante Kaia Kanepi (44.ª), que, pela primeira vez, conseguiu 'roubar' um 'set' à adversária, mas não foi capaz de levar a melhor, tendo Williams vencido por 6-0, 4-6 e 6-3, em uma hora e 36 minutos.

A norte-americana e 26.ª WTA, que falhou a edição do ano passado por ter sido mãe durante o 'major' nova-iorquino, mostrou estar de volta à sua melhor forma física e ao jogo agressivo, ao aplicar 18 'ases' (47 em quatro rondas) e 46 'winners', beliscados pelos 22 erros não forçados, àquela que eliminou Simona Halep, primeira cabeça de série, na primeira ronda.

Graças ao triunfo, a hexacampeã do US Open (1999, 2002, 2008, 2012, 2013 e 2014) vai agora medir forças com a oitava pré-designada, a checa Karolina Pliskova, que venceu a australiana Ashleigh Barty, por duplo 6-4, em uma hora e 24 minutos.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
PUB