Campeã Osaka acaba com o sonho de Gauff e Rublev afasta Kyrgios

Prodígio norte-americana, de 15 anos, desfez-se em lágrimas no final do encontro

• Foto: Reuters

A japonesa Naomi Osaka prossegue a defesa do título do US Open em ténis, quarto 'major' da temporada, pondo fim ao sonho de Coco Gauff, enquanto Andrey Rublev derrotava Nick Kyrgios para aceder aos oitavos de final.

A prodígio norte-americana, de 15 anos, estava a disputar pela primeira vez o quadro principal do US Open com um 'wild card', atribuído após ter alcançado a quarta ronda em Wimbledon, e chegou à terceira ronda em Flushing Meadows, onde defrontou a campeã em título Naomi Osaka.

Perante a nipónica e líder do 'ranking' WTA, Coco Gauff não encontrou argumentos para continuar a alimentar o sonho de aceder à segunda semana do 'major' norte-americano, uma vez que foi eliminada por 6-3 e 6-0, em uma hora e cinco minutos.

No final do encontro disputado no Arthur Ashe Stadium, com mais de 23.700 pessoas a assistir, a adolescente desfez-se em lágrimas e Osaka, que venceu o primeiro dos seus dois títulos do 'grand slam' batendo Serena Williams na final em Nova Iorque, não poupou no consolo e nos elogios.

"Se ainda estão aqui, é porque estão a formar uma jogadora fantástica. Lembro-me que costumava ver-vos a treinar no mesmo sítio que nós. O facto de ambas termos conseguido e continuarmos a trabalhar arduamente, é incrível. Penso que vocês são maravilhosos. Coco, penso que és fantástica", elogiou Osaka em 'court', onde convidou a adversária para uma entrevista conjunta.

Consumado o triunfo, a líder da hierarquia mundial, que parece estar totalmente recuperada da lesão no joelho esquerdo, que a obrigou a desistir nos quartos de final em Cincinnati, vai defrontar nos oitavos de final a suíça Belinda Bencic (12.ª circuito WTA), que beneficiou na terceira ronda da desistência da adversária estónia Anett Kontaveit com uma infeção viral.

Na competição masculina, e já depois do apuramento de Rafael Nadal, Alexander Zverev e Marin Cilic, durante a sessão diurna em Flushing Meadows, foi a vez de Andrey Rublev assumir especial protagonismo.

O russo, que figura no 43.º lugar do 'ranking' ATP, disputou o acesso aos oitavos de final com o australiano Nick Kyrgios (30.º ATP) e, em três 'sets', com parciais de 7-6 (7-5), 7-6 (7-5) e 6-3, encontrou o antídoto para os 30 ases do adversário, ganhando o duelo em uma hora e 51 minutos.

Andrey Rublev, de 21 anos, que há dois anos alcançou os quartos de final em Nova Iorque, onde se tornou então o mais jovem jogador entre os oito finalistas desde Andy Roddick, em 2001, vai medir forças na próxima ronda com o italiano Matteo Berrettini, responsável pelo desaire do australiano Alexei Popyrin, por 6-4, 6-4, 6-7 (3-7) e 7-6.

Tarefa mais complicada teve o francês Gael Monfils, 13.º colocado no 'ranking' mundial, para afastar o canadiano Denis Shapovalov rumo aos oitavos de final. O semifinalista de 2016 precisou de cinco partidas para superar o jovem, de 20 anos que ocupa o 33.º posto na hierarquia ATP, por 6-7 (5-7), 7-6 (7-4), 6-4, 6-7 (6-8) e 6-3, ao cabo de três horas e 34 minutos no Louis Armstrong Stadium.

Na quarta ronda pela sexta vez na carreira, o francês Gael Monfils, de 32 anos, vai encontrar o espanhol Pablo Andujar (70.º ATP) que, até eliminar o cazaque Alexander Bublik, por 6-4, 6-3 e 6-2, nunca havia passado da segunda jornada no US Open.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de US Open

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.